Vôlei de praia do Brasil falaram sobre a expectativa

0
43
Links Patrocinados

Na manhã de hoje, os atletas de vôlei de praia que representarão o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio 2020 concederam entrevista coletiva. Duda, Ana Patrícia e Evandro falaram sobre as expectativas sobre o evento, além dos protocolos sanitários que estão sendo feitos no Japão.

Duda, que é estreante nas Olimpíadas, comentou sobre a falta de público nas arquibancadas. O COI proibiu a presença de pessoas nos eventos desta Olimpíada.

“Acho que a falta de público é muito triste, porque não vamos ter aquela vontade e o indiferente na bojo. Mas acho que essa decisão de não ter torcida foi correta, já que os casos estão aumentando e é preciso preservar a saúde de todos. O COI tomou a decisão correta, o momento pede isso.”

Ana Patrícia disse que, para ela, não há nenhuma dupla favorita, pois o vôlei evoluiu e todos estão em um ótimo nível. Ou por outra, elogiou os protocolos sanitários.

“Na minha concepção todo mundo que está nos Jogos Olímpicos tem chances de lucrar. Sabemos que é um campeonato emocional, portanto eu realmente não consigo expressar quem são os favoritos.”

“Está sendo uma experiência dissemelhante, a gente veio pra cá (Japão) e é impressionante a segurança que estamos sentindo. Todos os protocolos estão sendo cumpridos e todo mundo está engajado para que dê patente.”

Evandro, aniversariante do dia, mencionou o período difícil que Bruno Schmidt, sua dupla, passou ao contrair o novo coronavírus.

“A dupla teve vários problemas, o Bruno teve covid-19 e chegou a permanecer internado, ficou sete dias na UTI. Graças a Deus foi só um susto. O Bruno ficou se recuperando por um período, até ter condições de voltar para os jogos. Acabamos de fazer um grande torneio na Suíça e estamos conversando e trabalhando para crescer porquê dupla.”

Os jogos da delegação brasileira de vôlei de praia começam na próxima sexta-feira, 23. A dupla Alison e Álvaro enfrentaram os argentinos Azaad e Capogrosso, às 22h (de Brasília). Já a dupla Ágatha e Duda enfrentam as argentinas Gallay e Pereyra, às 23h (de Brasília).

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui