Vitreo fecha parceria com a Empiricus e paga R$ 120 de cashback para interessados em bitcoin e criptomoedas; veja uma vez que receber |

0
16

A corretora Vitreo fechou uma parceria com a Empiricus para incentivar o investimento em criptomoedas. A plataforma de investimentos vai dar um 100% de cashback para os assinantes da série Cripto Legacy, da morada de research. Com isso, eles receberão um repositório de R$ 120 na sua conta na corretora e poderão investir no que quiser, inclusive em fundos de bitcoin e de criptomoedas .

A Crypto Legacy, que está sendo oferecida de forma praticamente gratuita, é uma carteira criada em 2017 e que, desde logo, já entregou um retorno de mais de 1.500% àqueles que acompanham as suas dicas de investimentos. Ela é liderada pelo crítico André Franco, que foi considerado pela Coin Telegraph um dos melhores especialistas em criptomoedas do Brasil.

Os R$ 120 que serão devolvidos aos assinantes se tratam do preço integral da assinatura da Crypto Legacy. Quem fizer segmento da promoção, logo, irá lucrar “assessoria” de perdão para investir em bitcoin e em criptomoedas e ganhará também R$ 120 na plataforma da Vitreo para investir no que quiser

Com os R$ 120, você poderá:

  • Investir em fundos de criptomoedas presente na plataforma, uma vez que Bitcoin DeFi, Blockchain ações, Cripto DeFi e outros;
  • Investir em um ETF de criptomoedas, uma vez que o QBTC11 ou o HASH11;
  • Investir em qualquer outra ação, título de renda fixa ou fundo de investimento presente na plataforma;
  • Sacar seu quantia e fazer o que você quiser com ele.

Muitas pessoas podem estar desconfiadas da oferta. “Quando a esmola é muita, o santo desconfia”, diz o ditado. Explicarei cá o que levou ao desenvolvimento dessa campanha.

Investimentos em bitcoin e em criptomoedas chamam cada vez mais atenção dos brasileiros

O bitcoin foi, disparado, o investimento mais rentável dos últimos três anos: o site Seu Quantia, do mesmo grupo do Money Times, publicou recentemente uma lista dos ativos que mais valorizaram no período e esta criptomoeda acumulou, desde logo, subida de mais de 800% em reais e de 600% em dólar. O segundo lugar ficou para o ouro, que, no mesmo pausa, ficou muito detrás, valorizando “somente” 70%. 

Confira:

Manadeira: Seu Quantia

É por isso que esses ativos estão cada vez mais atraindo atenção dos brasileiros. Segundo pesquisa realizada pela FGV EESP, em março deste ano, o bitcoin era o terceiro investimento preposto no país. Exclusivamente entre janeiro e julho, o Brasil movimentou R$ 5,5 bilhões em negociações dessa que é a maior moeda do dedo em capitalização de mercado.

Já há quem comente que o bitcoin e as criptomoedas “tomaram um espaço” na cabeça do brasílico que antes estava reservado a outros ativos, uma vez que ações, por exemplo. Investir nas moedas digitais trouxe a “possibilidade de permanecer rico” e roubou segmento do status antes separado aos investidores da bolsa de valores

Não é para menos: as criptomoedas são ativos inovadores, que podem mudar a maneira uma vez que vivemos com as diversas tecnologias que as envolvem. Blockchain, finanças descentralizadas, stablecoins e por aí vai: todos esses conceitos oferecem soluções para situações que estão muito presentes no nosso cotidiano. 

Peguemos, por exemplo, a tecnologia DeFi – várias companhias gigantes, uma vez que Amazon e Walmart, já atuam neste setor, buscando formas de avançarem em suas ofertas de serviços. A tecnologia DeFi facilita, entre outras coisas, a distribuição de crédito e empresas. Por essa consolidação não ser certa, porém, também há um risco proeminente – e qualquer crítico sério que trabalha no setor não esconde isso de ninguém. 

É por esse motivo que, na maioria das vezes, algumas criptomoedas apresentam altas exorbitantes. São tecnologias promissoras que oferecem chance muito subida de retorno no caso de se consolidarem. 

Interesse dos brasileiros por criptomoedas, porém, abriu espaço para golpistas

O problema é que o boom do interesse pelas criptomoedas trouxe também muitas pessoas mal intencionadas. 

Se você acompanha um pouco o noticiário, deve ter visto recentemente notícias sobre a GAS Consultoria Bitcoin. Essa “companhia”, que as autoridades descobriram funcionar através do esquema de pirâmide financeira, movimentou, de forma comprovada, mais de R$ 2 bilhões somente enganando pessoas e fazendo promessas falsas. E existem ainda projeções que apontam que a quantia pode ter chegado a R$ 15 bilhões.

Os líderes dessa quadrilha conseguiram esse feito se beneficiando da incompreensão das pessoas sobre o mundo das criptomoedas. Qualquer um que entende minimamente de investimentos, seja em ações, bitcoin ou renda fixa, sabe que uma promessa de “10% de rentabilidade garantida por mês”, uma vez que a que a GAS prometia, é alguma coisa impossível de se compreender. 

Quando eu falo “impossível”, há de se deixar simples, o foco principal vai para o termo “garantia”. Não existem garantias no mercado financeiro. Nesta sexta (24), por exemplo, a China surpreendeu todo mundo e decidiu proibir transações envolvendo criptomoedas – o que derrubou o preço de todas as criptomoedas

Quem garantiu lucro neste mês, com essa queda, provavelmente ficará em maus lençóis. No caso da GAS, usaria quantia de novos recrutados para remunerar antigos “investidores”.

E é, justamente, para evitar que você caia nesses golpes que a Vitreo está lançando a sua novidade campanha em parceria com a Empiricus: quem comprar a carteira Crypto Legacy, uma vez que já mencionado, ganhará R$ 120 para investir – trata-se do preço integral da assinatura que, dessa forma, sairá de perdão.

A intenção é, basicamente, trazer ensino financeira sobre o bitcoin e as criptomoedas. Quem quer investir nesse setor tem de, primeiramente, entender esses ativos e uma vez que funciona a dinâmica desse mercado. Explicar é o papel que cabe ao crítico André Franco. 

É necessário compreender o mercado em que se investe para entender o que acontece com o seu quantia e, ainda, para conseguir honrar aquilo que é golpe do que não é.

Não há incerteza de que há potencial de lucrar um bom quantia investindo no setor. A performance do bitcoin nos últimos três anos, uma vez que mostra o levantamento do Seu Quantia, e a subida da carteira Crypto Legacy nos mostram isso. Mas, quem investe, tem de entender minimamente o mercado.

A Vitreo oferece, logo, material para que as pessoas entendam seus investimentos. Ao mesmo tempo, a plataforma de investimento dispõe de fundos que replicam carteiras de André Franco e outros ETFs de criptomoedas na sua prateleira. 

Quem não tem tempo de permanecer continuamente acompanhando o mercado e vendendo uma criptomoeda para comprar outra, pode “delegar” essas funções para um fundo dentro da plataforma. Nesse caso, diferentemente da GAS, a Vitreo tem gestores que possuem aval do governo para fazer isso e que são regulados pelas autoridades monetárias do país.

A Vitreo é uma empresa que possui licença da Percentagem de Valores Mobiliários (CVM) para funcionar. Outrossim, em momento qualquer ela tirará o seu quantia do seu nome. Seu patrimônio fica com você.

Por que a Vitreo está oferecendo cashback aos interessados em investir em bitcoin?

A Vitreo é uma plataforma de investimento que existe desde 2018 e está em período final de obtenção pelo BTG Pactual, o maior banco de investimentos da América Latina. É uma empresa confiável, sólida e, mais do que isso, comprometida com a ensino financeira no Brasil.

Atitudes uma vez que a da GAS Consultoria Bitcoin são um desserviço para todo o mercado de capitais, seja de ações, renda fixa ou de criptomoedas. 

As pessoas investem as economias de suas vidas porque têm sonhos e porque querem realizá-los. Golpistas, sabendo disso, chegam se vendendo uma vez que especialistas, as iludem e acabam manchando, muitas vezes, até as companhias que nunca cometeram qualquer tipo de ato ilícito. 

É verosímil sim fazer quantia com bitcoin e com criptomoedas. Esses ativos são, atualmente, uma vez que já mencionado, os mais rentáveis do mundo, seja em dólar ou seja em real. Mas não há garantia de zero e existem riscos. Quem topa investir em alguma coisa deve estar totalmente consciente disto. 

A Crypto Legacy já entregou um retorno de mais de 1.500% àqueles que acompanham as dicas de investimentos. Há de se deixar simples, entretanto, que apesar da boa performance conseguida até logo zero garante que as coisas continuarão assim. André Franco possui uma equipe que acompanha todos os dias todo o mercado de criptomoedas para encontrar as melhores oportunidades e também para avisar os assinantes quando é hora de resgatar seus investimentos, mas isso não traz segurança totalidade – pois isso não existe.

A Vitreo está liberando isso por ser ‘boazinha’?

A Vitreo tem sim um compromisso com a ensino financeira. Mas a empresa, uma vez que qualquer companhia, também pretende se beneficiar da campanha que está lançando.

A cultura do cashback está ganhando cada vez mais força. Hoje você pode comprar praticamente qualquer coisa e ter segmento do que foi gasto depositado de volta em sua conta manante. Provisões, roupas, entretenimento – são muitos os setores que já trabalham com essa estratégia. O que a Vitreo está fazendo é trazer o concepção para um novo setor: o de investimentos.

Cashback zero mais é do que a prática de restituir uma fatia do preço de uma compra aos clientes posteriormente a transação. As companhias fazem isso com fins simples: buscando fidelização e também menores gastos com publicidade. 

Funciona assim: além de remunerar campanhas de TV ou em outros meios, as empresas, que procuram novos clientes, separam a verba de marketing gasta para atrair novas pessoas com uma ação muito simples: elas basicamente devolvem a quantia paga nas assinaturas. 

A Vitreo vai no mesmo caminho: todos que adquirirem o entrada a carteira Crypto Legacy, com foco em bitcoin e em criptomoedas, ganharão a quantia de R$ 120, que é correspondente ao preço totalidade da assinatura, para investir dentro da plataforma – ou até mesmo para sacar de volta se quiser. 

A teoria por trás do cashback da Vitreo é simples: os novos clientes irão receber insights de investimento, disponíveis na série Crypto Legacy, da Empiricus, de forma gratuita. E também terão contato com a plataforma de investimento, onde os R$ 120 gastos na assinatura serão devolvidos. A teoria é, basicamente, trazer novas pessoas para o “primeiro encontro” com a empresa – e tentar, a partir daí, conquistá-las para que fiquem. 

A morada acredita, logo, que as pessoas, posteriormente conhecerem a plataforma da Vitreo, permanecerão uma vez que clientes. Os R$ 120 gastos por cada cabeça pela empresa é uma espécie de “dispêndio para atrair novos clientes”. 

A Vitreo está, basicamente, apostando cumeeira que quem acessar a plataforma e se destinar a entender e investimentos se tornará, depois, um cliente fixo.

A crença se baseia também no roupa de Crypto Legacy ser atualmente uma das carteiras teóricas mais rentáveis da Empiricus – uma vez que já mencionado, desde a sua geração ela já rendeu um retorno de 1.427% àqueles que a acompanham. Quem investiu R$ 1 milénio tem hoje R$ 15,2 milénio em sua conta. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui