Uma vez que restaurar arquivos apagados ou corrompidos (Windows e Android)

0
15

Deletar um registro acidentalmente ou ter uma mídia corrompida é alguma coisa que eventualmente acontece, seja com fotos, vídeos ou documentos. Isso faz com que seja necessário utilizar uma instrumento externa para que seja provável restaurar a partir do armazenamento interno o teor que foi desvanecido, seja no HD, partição ou pendrive. Atualmente há várias opções de softwares que realizam uma varredura na unidade para localizar o teor que foi excluído, sendo provável recuperá-lo em poucas etapas.

Apesar da facilidade, a maioria dos programas são pagos e possuem um valor de compra da licença relativamente superior, inviabilizando a compra. Felizmente há uma opção gratuita e que cumpre com o objetivo de localizar os arquivos perdidos.

Conheça o programa

Infelizmente o Windows e o macOS não possuem ferramentas nativas para que o usuário possa reparar partições do HD ou disco removível e realizar a recuperação dos arquivos que foram apagados. Apesar disso, é provável utilizar alguns softwares que realizam uma varredura na unidade de armazenamento e são capazes de restaurar mídias apagadas.

Neste tutorial utilizaremos o Recuva, programa desenvolvido pela Piriform e que é conciliável unicamente com Windows, mas que também permite realizar o escaneamento em smartphones, bastando estar conectado ao PC por meio de um cabo USB. O software é pago mas possui uma versão de testes limitada mas que cumpre com a função de restaurar arquivos apagados.

Logo posteriormente ter baixado faça a instalação do programa. Não é preciso ativar o resultado, a versão gratuita oferece os recursos necessários para escanear o computador/partição e restaurar o que foi deletado acidentalmente ou corrompido.

Interface do programa. (Foto Reprodução/Piriform).

Leia também:

Recupere seus arquivos

Em seguida ter feito a instalação você já poderá utilizar o programa. Vale ressaltar que o processo pode demorar horas dependendo do tamanho da unidade que será escaneada, por isso orientamos que selecione uma pasta em específico ao invés de todo o HD, SSD ou pendrive.

1º Passo:

Abra o programa e selecione qual tipo de registro será restaurado. Para diminuir o tempo de processamento selecione especificamente o tipo de mídia que deseja restaurar (fotos, áudios, documentos, vídeos, arquivos comprimidos ou e-mails). Caso queira uma procura universal selecione ‘All files’ e toque sobre ‘Next’.

Selecione o tipo de arquivo. (Foto: Printscreen por Lucas Ribeiro).
Selecione o tipo de registro. (Foto: Printscreen por Lucas Ribeiro).

2º Passo:

Nesta lanço você deverá selecionar o diretório em que o Recuva deve buscar pelos arquivos apagados ou corrompidos. O programa dá a possibilidade de escanear na lixeira, nas pastas, em um dispositivo conectado ou em um sítio específico, para isso selecione ‘In a specific location’ e em seguida procure pela pasta ou dispositivo conectado (HD, SSD, pendrive, cartão de memória, etc).

Selecione o local de busca. (Foto: Printscreen por Lucas Ribeiro).
Selecione o sítio de procura. (Foto: Printscreen por Lucas Ribeiro).

3º Passo:

Selecione o registro que será restaurado e toque sobre o botão ‘Recover’ e em defina em qual diretório a mídia será salva. Recomendamos que salve em outra unidade ou pasta e faça um backup na nuvem.

Recupere os arquivos. (Foto: printscreen por Lucas Ribeiro).
Recupere os arquivos. (Foto: printscreen por Lucas Ribeiro).

Caso o software não tenha localizado ou restaurado o que foi deletado é provável que não haja uma maneira de restaurar, porém é provável utilizar a verificação profunda habilitando o ‘deep scan’.

Outras opções

Para quem procura outra opção para restaurar mídias deletadas ou corrompidas o 4DDiG pode ser uma boa opção, sendo conciliável também com diversos formatos de arquivos. A principal desvantagem é que para que seja provável restaurar o teor é preciso contratar a versão paga, porém é um supimpa programa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui