Sistemas de mineração de criptomoedas provocam cortes de luz no Irão

0
42

A procura pela mineração de criptomoedas está completamente fora do controlo. Os utilizadores esgotam o hardware necessário para minerarem as moedas digitais, deixando o mercado sem stock destes produtos para os outros utilizadores.

Mas agora do continente asiático chega-nos uma notícia caricata. Os sistemas de mineração de criptomoedas no Irão estão a provocar cortes de luz na região.


São recorrentes as notícias sobre sistemas de mineração que utilizam dezenas de placas gráficas, nomeadamente as novas GeForce RTX 3070, RTX 3080 e RTX 3090 da Nvidia. O objetivo é usar todo o poder destes chips para minerar criptomoedas, uma vez que as populares Bitcoin e Ehtereum.

No entanto o resto dos utilizadores, que exclusivamente querem comprar uma gráfica para uso doméstico ou para jogos, não têm conseguido um réplica dada a enorme quantidade destas GPUs usadas para minerar. E parece que já nem os portáteis com a novidade gama RTX 30 escapam.

Mas parece que a procura por moedas digitais está ainda a levantar outros problemas que afetam terceiros.

Sistemas de mineração no Irão provocam quebras na eletricidade

Várias regiões do Irão, uma vez que Teerã, começaram a ter quebras de luz, levando a população a permanecer temporariamente e por diversas vezes às escuras. E o motivo para nascente problema deve-se aos sistemas de mineração da região da criptomoeda Ethereum que usam as GPUs GeForce RTX 30 da Nvidia e as Radeon RX 6000 da AMD.

Esta prática tem lucro popularidade no país asiático, sobretudo porque o preço da eletricidade por lá é significativamente mais insignificante. De convénio com uma pesquisa da Universidade de Cambridge, o Irão é um dos seus países do mundo mais populares para a mineração de criptomoedas.

Para aliás, segundo o site El Chapuzas Informatico, as empresas chinesas estão a transferir as suas operações de mineração para o Irão, onde o dispêndio da eletricidade é até quatro vezes mais insignificante.

Até ao momento existem 14 grandes sistemas de mineração no Irão que consomem murado de 300 megawatts de vigor no país, na fundura dos apagões. Mas estima-se que esse valor possa chegar aos 450 megawatts. O equivalente a uma cidade com murado de 100 milénio habitantes.

Para além dos problemas de luz, esta é mais uma razão pela qual os consumidores não conseguem portanto encontrar no mercado sobretudo as placas gráficas da Nvidia para compra. Centenas de unidades estão assim a ser adquiridas para minerar criptomoedas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui