Seguradoras aceleraram transformação do dedo durante a pandemia de Covid-19, aponta estudo

0
58
Links Patrocinados



Clique para imitar

https://cio.com.br/tendencias/seguradoras-aceleraram-transformacao-digital-durante-a-pandemia-de-covid-19-aponta-estudo/


Os líderes do setor de seguros de vida e renda vitalícia (L&A) aceleraram significativamente os planos em 2020 com a chegada da Covid-19. Esse processo levou 42% das seguradoras a criarem plataformas de negócios digitais, parciais ou completas, de congraçamento com o estudo da NTT DATA. A pesquisa que analisou a transformação que vem ocorrendo no mercado de seguros constatou que o setor avançou o equivalente a um ano durante os primeiros 90 dias da pandemia.

O estudo “L&A Insurers Shift Their Do dedo Transformation Into High Gear”, constatou que, de forma expressiva, murado de 99% dos executivos do setor de L&A acreditam na urgência de uma mudança do dedo transformadora.

A mudança de comportamento dos consumidores no período também impulsionou o setor a investir mais na experiência do cliente. Segundo a pesquisa, 72% das operadoras pesquisadas estão migrando os modelos de negócios para a distribuição do dedo de produtos e serviços de outras empresas.

“Se a imprevisibilidade de 2020 nos ensinou alguma coisa é que a transformação do dedo não é mais exclusivamente uma vantagem competitiva – é uma urgência mercantil”, disse Matt Provencher, Presidente de Serviços Financeiros e Seguros da NTT DATA Services.

Segundo Provencher, levante novo estudo demonstra porquê a tecnologia é forçoso para que as empresas superem desafios sem precedentes. Também define o cenário de porquê as companhias de seguros podem aproveitar as oportunidades digitais ao longo da próxima dez para conseguir novos níveis de prontidão nos negócios, satisfação do cliente e capacidade tecnológica.

Antes de 2019, muitas dessas iniciativas se concentravam em atualizações tecnológicas para simplificar as operações e aumentar a produtividade. Agora, em 2021, segundo o relatório, os líderes estão percebendo porquê a tecnologia do dedo é fundamental para a aceleração do prolongamento de novos negócios, sobretudo com ferramentas porquê analytics em tempo real, perceptibilidade sintético (IA) e machine learning para melhorar a força de mercado e a vantagem competitiva.

A pesquisa aponta que 42% das seguradoras criaram plataformas de negócios digitais, parciais ou completas; 56% estão no processo de planejamento e desenvolvimento destas capacidades; 38% estão incorporando tecnologias emergentes (Internet das Coisas, blockchain, IA e robótica); 38% estão utilizando Big Data e analytics para conseguir melhores clientes.

O estudo da NTT DATA também analisou as principais tendências que podem impactar as estratégias de negócios da liderança nos setores de seguros e serviços financeiros pelos próximos três anos:

  • Envolvente competitivo em metódico mudança (47%);
  • Mais investimento em tecnologias digitais, porquê as Plataformas de Negócios Digitais (46%);
  • Crescente instabilidade política e socioeconômica (37%);
  • Mudança de demanda e comportamento do cliente (35%);
  • Aumento das multas regulamentares (33%);
  • Maior foco na sustentabilidade (22%).

Desafios permanecem

Embora a pesquisa tenha constatado um incrível progresso do dedo nos primeiros 90 dias da Covid-19, muitas seguradoras ainda estão nos estágios iniciais da maturidade do dedo. A pesquisa mostra que 35% dos entrevistados realizaram investimentos em do dedo, mas sem qualquer estratégia abrangente ou roteiro. Unicamente 12% possuem um ecossistema de plataforma de negócios do dedo em funcionamento capaz de oferecer benefícios aos negócios.

Segundo o relatório, os principais desafios permanecem em relação à transformação do dedo, incluindo a arquitetura tecnológica, o desenvolvimento de um caso de negócios simpático e questões organizacionais.

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui