Progresso no rumo do varejo

0
20
Links Patrocinados

JUNTANDO ESFORÇOS Saloutti, do BTG e Miranda, da Empiricus: captação de recursos por meio de recomendações de investimento. (Crédito: Divulgação)

A compra da Universa, controladora da mansão da estudo Empiricus pelo BTG Pactual por estimados R$ 2 bilhões é mais um passo do banco presidido por Roberto Saloutti em direção ao mercado de varejo. Desde sua instalação, o logo Pactual fazia negócios com muitos zeros. Porém, desde que assumiu uma participação no Banco Pan, em 2010, o BTG experimentou as margens gordas e as receitas estáveis do varejo – e gostou.

Esse foco começou a se delinear há cinco anos, com o lançamento do BTG Pactual Do dedo, plataforma de distribuição de investimentos. Aos poucos, o banco foi descendo os degraus da pirâmide, e o movimento se acelerou nas últimas semanas. No termo de março foi anunciada a compra da Atom, empresa de material didático para o mercado financeiro. Em abril foi a vez de o BTG anunciar a compra da participação da Caixa Econômica Federalista no Pan. E agora vem a operação com a Empiricus.

Claudio Gatti

Conhecida porquê uma das mais agressivas casas de estudo independentes, a empresa fundada por Felipe Aby-Ackel Miranda começou porquê um grupo de analistas independentes e fez seu nome graças a um marketing hostil, que rendeu até algumas brigas com a Percentagem de Valores Mobiliários (CVM). Há dois anos a Empiricus criou uma plataforma de gestão de recursos, a Vítreo, para aproveitar a aderência dos mais de 400 milénio assinantes de seus relatórios. Além da Empiricus e da Vítreo, Universa possui diversas plataformas de distribuição de teor e os sites de finanças pessoais Money Times e Seu Quantia, em parceria com O Estado de S. Paulo.

CONTEÚDO A compra deverá levar o BTG adiante em seu processo de captar recursos por meio de recomendações de investimento e teor jornalístico. No ano pretérito, o banco adquiriu o controle da revista Inspecção, concorrente de DINHEIRO, que era publicada pela Editora Abril. Segundo a empresa de estudo independente Levante Ideias de Investimentos, a compra deve ser positiva para as ações do BTG. Somadas, todas elas devem erguer para 20 milhões por mês o número de consumidores de teor, o que fortalece a atuação do banco do dedo e da corretora. O BTG e a Universa, holding que controla a Empiricus, não comentaram.

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui