Programa do Governo vai remunerar metade do salário de novos contratados no Ceará | Ceará

0
40
Links Patrocinados

O Governo do Estado do Ceará vai remunerar a metade do salário mínimo para 20 milénio novos trabalhadores contratados por empresas no estado, anunciou em live nesta terça-feira (13) o governador Camilo Santana. O programa depende de aprovação na Tertúlia Legislativa para iniciar a valer. Camilo tem ampla base de espeque no legislativo e costuma subscrever os projetos do Executivo com folga.

Caso entre em vigor, o programa vai beneficiar empresas pagando a metade do salário mínimo dos novos trabalhadores.

“Digamos que a empresa tem cinco empregados e agora vai contratar mais cinco. Porquê incitação do governo pra gerar mais tarefa, nós vamos remunerar 50% do salário desse trabalhador. É uma forma de facilitar a economia”, exemplificou Camilo Santana.

Os detalhes estarão no projeto de lei que será guiado à Tertúlia Legislativa, mas o governador antecipou algumas regras.

“A lei vai ordenar o regramento dessa política, a pessoa não pode dispensar um pra contratar outro. São novos empregos, tem que gerar novos empregos. Também tem um teto do número de pessoas na regulamentação.”

O mercê será no salário mínimo do trabalhador durante seis meses.

Pedido de urgência na Tertúlia

Projeto que paga metade do salário de novos trabalhadores no Ceará será votado na Tertúlia, onde o governador Camilo Santana tem ampla maioria — Foto: Registro/ SVM

Em transmissão em redes sociais, o governador Camilo afirmou que vai solicitar ao poder legislativo uma votação urgente para esse programa.

“Criamos um projeto que vai pra Tertúlia, no mais tardar, amanhã [quarta-feira, 14]. Já falei com o presidente [da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão] e queremos que seja votada na quinta-feira [15] porque nessa semana ela [Assembleia] entrará em recesso. Vou pedir até que, se provável, regime de urgência.”

Assista às notícias do Ceará no G1 em 1 Minuto:

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui