Presidente do CVG-SP é entrevistado no Programa Seguro | SEGS

0
51

Em sua primeira aparição pública na quesito de novo presidente do CVG-SP, Marcos Kobayashi, diretor Mercantil Pátrio Vida da Tokio Marine, participou no dia 14 de fevereiro do Programa Seguro, transmitido pela TV Jornal aos domingos à noite e apresentado pelo corretor de seguros Boris Ber. “Sabemos da valia do CVG-SP e do quanto contribui para a evolução do seguro de vida”, disse Boris Ber, desejando, em seguida, felicidade a Kobayashi.

O apresentador quis saber do presidente do CVG-SP se o pânico provocado pela pandemia pode, ainda, ser um fator de propagação para carteira de vida, que teve bons resultados em 2020. Kobayashi reconheceu que o isolamento social e o propagação de vítimas fatais da covid-19 fizeram a população refletir sobre a valia da proteção pessoal, financeira e familiar.

No entanto, ele esclareceu que a subida do seguro de pessoas começou muito antes da pandemia. “Em 2016, a carteira de vida ultrapassou a de carro em faturamento, um tanto até logo impensável. Em 2019, tivemos outra supimpa notícia: a carteira superou os resultados do seguro saúde e passou a ser a maior do segmento de seguros”, disse.

Boris Ber também perguntou sobre o bom desempenho da Tokio Marine, que apresentou propagação de 4,2% em 2020, durante a pandemia. “O que mais chamou a minha a atenção foi o índice combinado de 83%”, disse. Kobayashi explicou que a empresa encerrou 2019 com o seu melhor resultado no ramo vida, atingindo propagação de dois dígitos. Esse desempenho foi ainda melhor em março de 2020, quando a seguradora alcançou sua maior produção desde 2011.

“Com a pandemia, os números não foram tão bons quanto os de 2019, mas crescemos em todas as carteiras de massificados, alcançando esse resultado de índice combinado. Isso porque temos um trabalho poderoso no varejo”, disse. O apresentador do programa também quis saber se o lançamento do resultado Einstein Conecta ajudou nos resultados.

Segundo Kobayashi, em seguida pesquisa, a seguradora lançou em 15 de janeiro – dois meses antes da pandemia – o novo serviço, que oferece telemedicina, com orientação médica à intervalo e suporte 24 horas por dia, dentro e fora do Brasil. “Esse serviço trouxe inovação e segurança”, disse. Ele lembrou, ainda, que em 2017 a empresa também inovou ao lançar a tele-entrevista, voltada ao preenchimento da enunciação pessoal de saúde por telefone.

No final da entrevista, Boris Ber questionou o presidente do CVG-SP sobre as suas perspectivas para oriente ano. De congraçamento com Kobayashi, a tendência é que a população continue aderente aos produtos de vida. Por isso, ele fez um apelo aos corretores de seguros para ofertarem os produtos. “O sigilo do sucesso é fazer a oferta, porque os clientes estão ávidos por entender a valia do seguro de vida”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui