Portugueses só confiam em quem os faz sentir seguros

0
84

A revista Selecções do Reader’s Digest divulgou a 21.ª edição do estudo “Marcas de Crédito”, onde é provável estimar os níveis de crédito dos portugueses relativamente às marcas e a aspetos de feitio mais pessoal, social e poupado. Num ano profundamente afetado pela pandemia de Covid-19, os portugueses demonstram a sua crédito nos profissionais e instituições de saúde.

A Organização Mundial da Saúde e o Serviço Vernáculo de Saúde são as instituições em quem os portugueses mais confiam, enquanto as profissões, de um universo de 18, que receberam as avaliações mais altas foram as de cientistas/investigadores, enfermeiros, médicos e bombeiros. Realce-se ainda que o consórcio é a terceira instituição em que os portugueses mais confiam.

 

Os menos confiáveis

Num ano particularmente marcado por grandes processos judiciais, os portugueses perderam alguma crédito na profissão de juiz, que alcança unicamente 2,3 (em 5) pontos, situando-se, juntamente com os comentadores televisivos (2,3 pontos) e os políticos (1,8), nos últimos lugares na crédito dos portugueses.

Uma vez que habitualmente, o estudo apura também uma vez que está a crédito dos portugueses nos órgãos de governação. Em ano de autárquicas, regista-se uma ligeira subida na crédito depositada nos presidentes de câmara (2,7 face a 2,3, em 2020). Os líderes da oposição também saem reforçados (2,4 face a 2 no ano anterior), muito uma vez que o primeiro-ministro (3,2 em relação aos 2,8 de 2020).

Ainda de salientar que 68% dos portugueses sente que as empresas confiam no desempenho dos seus colaboradores em teletrabalho.

 

Família e vizinhos

No ano em que os portugueses passaram mais tempo juntos, em que o teletrabalho e o fecho das escolas levou as famílias a viverem 24 horas por dia no espaço que é a sua morada, não é de apreciar o aumento da crédito na família, em pessoal nos pais, que viram a crédito passar de 4,6, em 2020, para 4,8, em 2021, e no consorte/companheiro.

Curioso de registar é a crédito que as famílias passam a depositar nos vizinhos, que registam 3,1 numa graduação de 1 a 5. Na base deste aumento poderão estar fatores uma vez que o confinamento e a entreajuda necessária ao longo de todos os meses de pandemia.

 

Contributo à comunidade

No estudo “Marcas de Crédito”, os portugueses são também convidados a escolher as personalidades de crédito, com base no contributo prestado à comunidade ou ao engrandecimento da imagem do país. Elvira Fortunato (investigação científica), João de Deus (medicina) e Joana Vasconcelos (artes plásticas) são os novos vencedores dentro das respetivas áreas.

O título de Personalidade Portuguesa do Ano continua a pertencer a Marcelo Rebelo de Sousa, com 42% dos votos. Em segundo lugar fica António Guterres. Cristiano Ronaldo capta unicamente 4% do universo de votantes.

 

60 marcas vencedoras

São 60 as marcas nas quais os portugueses mais confiam, levante ano com a introdução de quatro novas categorias: empresas de entrega ao estância, fornecedores de vigor, laboratórios de análises clínicas e sites de e-commerce.

A edição deste ano revela ainda que os portugueses continuam a incumbir nas marcas nacionais e multinacionais com produção em Portugal, uma vez que, por exemplo, a Nestlé, Essilor, Superior ou Sagres.

 

Consumir menos

Considerando os tempos difíceis de pandemia que vivemos e o seu impacto poupado, 61% dos portugueses inquiridos considera que a sua situação económica em 2021 irá piorar e unicamente 4% acredita que será melhor. Uma situação que conduz os portugueses (37%) a indicarem que, em 2021, irão consumir menos, genericamente e a permitir (29%) centrar-se em bens ou produtos em promoção. 13% dos participantes admite mesmo protelar a compra/troca de bens sempiterno” (morada, viatura, eletrodomésticos) e 14% refere ainda que consumirá mais marcas da distribuição, ou seja, as chamadas marcas próprias.

 

Personalidades de Crédito 2021

ÁREA VENCEDOR
ARQUITETURA Álvaro Siza Vieira
ARTES PLÁSTICAS Joana Vasconcelos
DIRIGENTE DE ONG Isabel Jonet
EMPRESARIADO Manuel Rui Azinhais Nabeiro
INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA Elvira Fortunato
JORNALISMO José Rodrigues dos Santos
LITERATURA José Rodrigues dos Santos
MEDICINA João de Deus
MODA Fátima Lopes
MÚSICA Rui Veloso
POLÍTICA Marcelo Rebelo de Sousa
REPRESENTAÇÃO (Teatro/Cinema/TV) Ruy de Roble

 

Marcas de Crédito 2021

Marca Categoria
Abreu Agências de Viagens
Alentejo Regiões de Turismo
ASUS Computadores pessoais/Tablets
BPI Mesa
Branca de Neve Farinhas
Carglass Reparação de vidro viatura
Celeiro Produtos alimentares biológicos
Centrum Vitaminas
Chicco Cadeiras auto para crianças
Cigala Arroz
Cofidis Empresas de crédito ao consumo
Colombo Centros comerciais
Compal Sumos e néctares
Continente Hiper / Supermercados
Corega Fixadores de próteses dentárias
CTT Serviços de correio e logística
CUF Clínicas e hospitais privados
Delta Cafés
EDP Fornecedores de vigor (eletricidade, gás)
Elvive Produtos de cuidados com o cabelo
ERA Empresas imobiliárias
Essilor Lentes oftálmicas corretivas
Fidelidade Seguros de vida e patrimoniais
Fidelidade Seguros auto
Friskies Alimento para animais
Fula Óleos alimentares
Galp Postos de combustíveis/Gasolineiras
Germano de Sousa Laboratórios de análises clínicas
Halibut Cremes/Pomadas para recém-nascido
Hoover Aspiradores
Luso Águas de mesa
Médis Seguros de saúde
Minisom Centros auditivos
Molaflex Colchões
MultiÓpticas Óticas
Nestlé Cereais de pequeno-almoço
Nivea Produtos de cuidados com a pele
Superior Produtos de charcutaria
Norauto Oficinas de reparação viatura
NOS Operadores de telecomunicações e multimedia
Oliveira da Serra Óleo
OLX Sites de e-commerce (compras on-line)
Pescanova Produtos alimentares congelados
Radio Renascença Estações de rádio
Renova Fabricantes de papel
Riberalves Bacalhau
RTP 1 Canais de televisão
Sagres Cervejas
Samsung Grandes eletrodomésticos
Samsung Smartphones
Sapo Sites de notícias
Sonasol Produtos de limpeza doméstica
Toyota Automóveis
Uber Eats Empresas de entrega ao estância
Vichy Anti-rugas de farmácia
Visa Cartões de crédito
Vulcano Esquentadores
Well’s Parafarmácias
Worten Cadeias e lojas de distribuição não cevar
YAMMI Robots de cozinha

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui