Penske cita finanças e afasta retorno da F1 a Indianápolis “no porvir próximo”

0
41
Links Patrocinados

Largada da edição 105 das 500 Milhas de Indianápolis

Foto: IndyCar / Grande Prêmio

GP às 10 | Corrida de classificação na F1: corrida ou treino? Flavio Gomes explica

A Fórmula 1 não deve voltar ao Indianapolis Motor Speedway no porvir próximo, a não ser por uma oportunidade inegável. Quem falou foi o possuidor do volta, Roger Penske. Apesar do interesse expressado desde que comprou o espaço, Penske avalia que as exigências financeiras da F1 afastam o evento do lugar.

Conheça o conduto do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

F1 reage depois relatório da Percentagem Hamilton: “Precisamos aumentar a multiplicidade”

Em entrevista ao jornal estadunidense IndyStar, Penske rechaçou a possibilidade, mas manteve o interesse que vem sendo cultivado há mais de ano. Inclusive afirmou que há vontade também da outra secção, com Stefano Domenicali [diretor-executivo da F1].

A questão, segundo ele, é financeira. Em 2019, a taxa que as sedes das corridas pagaram em média US$ 28,7 milhões – R$ 150 milhões na conversão do dia.

Roger Penske é o proprietário da Indy e do IMS (Foto: Reprodução)

“Não vejo a F1 [de volta a Indianápolis] no porvir próximo. Se houver uma oportunidade… Mas ainda não tivemos conversas sérias. Eu falei com Domenicali pessoalmente, e ele gostaria do evento, mas creio que a questão se resume ao quesito econômico”, afirmou.

“É preciso ter uma janela. Temos que ser estáveis e investir em sediar uma corrida. Não é somente uma questão de encontrar um patrocinador, mas uma vez que se encaixa no pacote totalidade”, afirmou.

Logo depois o proclamação da compra do IMS e da Indy, em março de 2020, Penske falara sobre o libido de promover o retorno do Mundial.

“Meu fruto Greg encontrou com Chase Carey e teve discussões preliminares. É a hora de olhar novamente para uma corrida da F1? Não sei ainda se o lado econômico faz sentido, mas não tentaríamos fazer antes de 2022”, colocou.

Indianápolis esteve no calendário da Fórmula 1 entre 2000 e 2007, quando viveu às voltas com cinco vitórias de um dominante Michael Schumacher e com a discórdia de 2005, quando somente seis carros participaram ativamente da prova por conta de um desentendimento relacionado aos pneus.

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui