Os inscritos no Cadastro Único poderão relatar com 8 benefícios | Rede Jornal Contábil

0
79

Os inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) poderão relatar com 8 benefícios que vão ajudar você. O CadÚnico é um conjunto de informações colhidas pelo governo que vão possibilitar a observar as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza.

As informações são utilizadas pelo Governo Federalista, pelos Estados e pelos municípios para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria da vida dessas famílias.

As pessoas de baixa renda, são as que podem se inscrever no CadÚnico, obedecendo as seguintes exigências:

Será necessário estar ganhando até meio salário mínimo por pessoa; ou
Que ganham até 3 salários mínimos de renda mensal ​totalidade.

CadÚnico

É um conjunto de informações que é coletada das famílias, uma vez que quantos integrantes têm a família, intensidade de escolaridade, situação de trabalho e renda.

Lembrando que quem está inscrito no Cadastro Único, nem sempre terá recta aos programas sociais, porém, é a porta de ingresso para que o governo possa verificar a requisito da sua família para conceder qualquer tipo de mercê.
Conheça agora 8 benefícios que poderão ajudar os inscritos no CadÚnico.

Bolsa Família

É um programa de transferência direta de renda, talhado às famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. O programa procura prometer a essas famílias o recta à sustento e o entrada à ensino e à saúde.

PETI

O Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), cuja a intenção é proteger crianças e adolescentes, menores de 16 anos, contra o trabalho infantil. A ação oferece auxílio financeiro pago de forma mensal à mãe ou responsável legítimo pelo menor.
O propósito do PETI é prometer que crianças e adolescentes frequentem a escola e realizem atividades socioeducativas.

Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais

O objetivo deste programa é promover segurança cevar e nutricional, através da estruturação de atividades produtivas. Também, contribui para o incremento da renda de famílias que desenvolvem atividades de cultura familiar, pescadores ou pertencentes a comunidades tradicionais e povos indígenas.

Carteira do Idoso

O documento garante à pessoa idosa entrada a passagens nos transportes rodoviário, ferroviário e aquaviário gratuitas ou com desconto (de no mínimo 50%), conforme consta no Regimento do Isso, na Lei Lei nº 10.741/03.

Aposentadoria para pessoa de baixa renda

As famílias de baixa e renda e as pessoas que não trabalham fora, terão recta a opção à Previdência Social, pagando, por mês, alíquota reduzida de 5% em cima do salário mínimo.

Pró-Jovem Juvenil

Terão recta, os jovens entre 15 e 17 anos que estejam inscritos no programa Bolsa Família e em situação de vulnerabilidade social.

Tarifa Social de Vontade Elétrica

A ação garante descontos que podem chegar a 60% para consumidores de baixa renda. Os descontos, por sua vez, são cumulativos e aplicados para o consumo de até 220 kWh.

É talhado a pessoas com deficiência física, mental e auditiva, esse programa irá prometer a gratuidade no transporte coletivo interestadual.

Porquê se cadastrar no CadÚnico?

Os próprios municípios organizam visitas regulares às famílias de baixa renda para incluí-las no Cadastro Único, supondo que a sua família se juntura no perfil para estar cadastrado e o mesmo ainda não está , é verosímil fazer isso presencialmente.

Bastando entrar em contato com o Núcleo de Referência em Assistência Social (CRAS), inclusive realizam o cadastro.

Para fazer o cadastro, é necessário que um membro da família fique responsável para informar os dados de todos os membros, sendo ela, responsável pela Unidade Familiar (RF).

Exigências

  • Fazer secção da família, morar na mesma mansão, ter pelo menos 16 anos de idade e ser, preferencialmente, mulher;
  • Apresentar seu CPF ou Título de Votante (exceto em casos de famílias indígenas e quilombolas, que podem apresentar qualquer um dos documentos inferior);
  • Mostrar pelo menos um documento de cada membro da família (pode ser diploma de promanação ou enlace; CPF; RG; diploma administrativa de promanação do indígena, RANI; carteira de trabalho; ou título de sufragista);
  • Não é obrigatório apresentar um comprovante de endereço, mas, se tiver, ajuda no preenchimento do cadastro.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui