Novo pacote de mercê e subsídios do governo nas medidas emergenciais

0
25
Primeiro-ministro Yoshihide Suga (FNN)

Na manhã de terça-feira (16) o primeiro-ministro Yoshihide Suga realizou uma reunião ministerial no gabinete sobre medidas de esteio emergencial para as famílias de baixa renda e as monoparentais, em dificuldade por desculpa da pandemia.

Publicidade

Um fundo de suplente de 500 bilhões de ienes será adicionado na próxima semana porquê orçamento necessário para as medidas de esteio.

“Os efeitos do prolongamento do novo coronavírus tiveram um sério impacto no tarefa para trabalhadores não regulares e mulheres. Precisamos enfrentar os problemas de suicídio e isolamento crescentes”, disse Suga.

Uma vez que medida contra o desamparo e o isolamento, que se tornaram um problema social devido a Covid-19, as ONGs-organizações não governamentais que trabalham na prevenção do suicídio receberão mais subsídios. Também, planeja ceder os apartamentos vagos das habitações públicas para essas ONGs a preços baixos.

Com o aumento dos suicídios cometidos por mulheres e jovens, as entidades de prevenção também receberão esteio. 

Aos diversos bancos de comida (food bank) do país, os quais distribuem mantimentos para as pessoas carentes, o governo pretende aumentar o suporte de 50% para 100%.

O governo faz empréstimo sem juros para as famílias com renda reduzida, de no supremo 1,8 milhão de ienes. Oferece também o empréstimo emergencial de fundo temporário, de no supremo 200 milénio ienes, sem fiador e sem juros. Os prazos para esses dois subsídios era até 31 deste mês, os quais foram estendidos para o final de junho.

Ampliou o escopo da isenção de reembolso. As famílias que ficaram isentas do imposto de renda nos anos fiscais de 2021 e 2022 não precisarão entregar esses empréstimos. 

&nbspNovo pacote de benefício e subsídios do governo nas medidas emergenciais
Reprodução da página do governo sobre o empréstimo emergencial, com explicação traduzida para o português

Será criado um fundo de habitação para as famílias monoparentais, um empréstimo para ajudar a bancar o aluguel, no valor de 40 milénio ienes mensais. Se o pai ou a mãe participar de um treinamento vocacional (shokugyo kuren) e continuar a trabalhar por um ano, ficará isento da restituição desse empréstimo. 

As famílias de baixa renda que criam filhos receberão um mercê extra de 50 milénio ienes por gaiato. No ano pretérito esse mercê foi talhado às famílias monoparentais, mas leste ano será para todas, incluindo as biparentais.

Fontes: Chunichi Shimbun e Nikkei 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui