‘Não tive espeque’ · Notícias da TV

0
30

Suzana Alves revelou que teve depressão ao fechar a curso porquê Tiazinha, personagem que fazia no Programa H (1996-2002). A atriz relembrou que a atitude de reformar o papel que a lançou nacionalmente não foi muito aceita por amigos, e a doença veio pela falta de espeque no momento de transição.

“Vi logo que aqueles amigos não eram meus amigos, que muita gente se aproximava de mim por interesse. Não tive espeque e não imaginava que ia ser tão difícil. Mas em nenhum momento eu quis voltar detrás, nem nos mais difíceis. Durante todo o processo, tive depressão”, disse ela, em entrevista à pilar de Patrícia Kogut, do jornal O Mundo. 

A bailarina explicou que esse período perdurou durante alguns anos até que ela pudesse encarar a aposentadoria com maior leveza. “Passei por oscilações, em um momento estava muito, no outro, mal. Até entender o caminho de sempre permanecer firme. Há uns cinco anos estou assim. Mais ou menos na idade da gravidez do meu rebento”, completa ela. A atriz é casada com o ex-tenista Flávio Saretta, e eles têm Benjamin, de cinco anos.

Decisão acertada

Em entrevista à pilar, Suzana Alves relembrou quando decidiu que era o momento de se desvencilhar da personagem sensual. Apesar da renome proporcionada pelo programa da Band, a artista percebeu que não era feliz: “Tinha tudo, mas o que eu queria mesmo para a minha vida, era estudar, terminar a faculdade, viajar, ter uma família, e eu não tinha tempo para fazer [essas coisas]”.

Eu não tinha uma vida, pensava que ninguém ia me amar de verdade. Os homens se aproximavam de mim por interesse. Eu não tinha tranquilidade. Me sentia solitária, protegida de todo mundo, com segurança, motorista etc. Me sentia num fortaleza inatingível. Eu queria ir à praia com as amigas e ao shopping. Logo, resolvi e mudei a minha história. Não queria perder tempo”

Até mesmo o relacionamento de Suzana com Flávio foi afetado por conta da temporada porquê Tiazinha. Quando o par se conheceu, a paulista não acreditava que o ex-tenista realmente estava interessado nela. Foram muitas tentativas até que a morena pudesse “sentir firmeza” no namoro. 

“Resisti muito, mas ele venceu depois de três meses tentando. Eu venci também, porque ganhei esse presente. E mais ou menos nessa idade comecei a psicanálise. A gente vai vencendo etapas até que uma hora pensa: Chega, não vou mais perder zero. Se esse é mesmo o varão que Deus reservou para mim, vou lutar com mais afinco”, finalizou ela. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui