Itaú Iti vai fechar saque gratuito interminável em caixa eletrônico | Finanças

0
42

O Itaú anunciou, nesta terça-feira (02), que vai fechar o serviço de saque do dedo gratuito interminável em caixa eletrônico para os usuários da carteira do dedo Iti. As mudanças começam em abril, e os clientes terão recta a exclusivamente um saque gratuito por mês. Outrossim, a partir de maio, as transferências entre pessoas utilizando cartão de crédito também serão taxadas.

Em transmitido solene, o Itaú lembra que a conta Iti é isenta de taxas e permite enunciar cartão, boletos, muito porquê utilizar outros serviços sem custos. Os ajustes que limitam o saque do dedo gratuito, segundo o banco, se devem aos altos custos de operação que os serviços de saque do dedo e transferências no cartão de crédito geram. Com a mudança, o Itaú poderia “continuar a te oferecer uma conta completa e sem anuidade”.

O saque do dedo foi apresentado pela empresa em junho de 2020. Com a modalidade, o usuário pode retirar moeda usando o celular. De conformidade com a F.A.Q. do Iti, a operação era pouco utilizada pelos clientes da plataforma:

Sabemos que a maior segmento dos nossos clientes realiza exclusivamente um saque no mês e, pensando nisso, desenhamos o melhor cenário para manter o iti alcançável e ao mesmo tempo com custos de manutenção equilibrados.

Quantos saques digitais gratuitos posso fazer no Iti?

A partir do dia 1º de abril de 2021, as regras serão as seguintes:

  • Cada usuário do Iti terá exclusivamente 01 saque do dedo gratuito por mês, em qualquer caixa do Banco24Horas.
  • Do segundo saque em diante, será cobrada a tarifa de R$ 6,90 por retirada.

Transferências entre cartões de crédito serão taxadas

O Itaú informou ainda que a partir do dia 15 de maio de 2021, usuários do Iti deverão remunerar uma taxa se desejarem fazer transferências entre pessoas usando um cartão de crédito cadastrado. A porcentagem pode variar de 1,80% a 3,85% de conformidade com o seu cartão – o valor será informado no momento da transferência.

“Por exemplo, se você quiser transferir a um colega R$100,00 com um cartão de crédito com taxa de 1,80%, será cobrado R$101,80 na sua fatura e seu colega receberá os R$100,00 na hora”, explica o banco em sua página de dúvidas frequentes.

Veja, a seguir, o posicionamento do Iti Itaú em relação às mudanças anunciadas nesta terça (02):

Em risco com a transparência que caracteriza a relação do iti Itaú com seus clientes, anunciamos hoje (2) mudanças na cobrança de dois de nossos serviços. Ambas decorrem de um alinhamento do iti com as práticas de mercado e de um ajuste do negócio a seus custos operacionais. A primeira mudança envolve saques em moeda. O iti manterá a gratuidade para a realização de um saque por mês e passará a cobrar pelos saques extras. A segunda diferença está relacionada ao serviço de transferência entre pessoas usando o cartão de crédito cadastrado no app, que passará a ter incidência de taxa. A cobrança do saque suplementar passa a valer em 1º de abril de 2021, e a taxa na modalidade de transferências com cartão de crédito, a partir de 15 de maio de 2021.

*Texto atualizado às 21:04 para incluir o posicionamento do Iti Itaú

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui