ILPF ganha novas versões de softwares para manejo de precisão do componente florestal

0
10

A Embrapa Florestas está disponibilizando para download novas versões dos softwares SisILPF para manejo do componente florestal em sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF). Os softwares podem ser usados para gerenciar e planejar o componente florestal de ILPF com eucalipto, pinus, cedro-australiano, mogno-africano e teca. Eles apoiam a tomada de decisões relacionadas a porquê, quando e quanto desbastar e quando realizar a colheita final. Com base em dados de inventário, os softwares permitem aos usuários simular todas as opções de gerenciamento de componentes de árvore em ILPF; prever a produção presente e futura; conduzir análises econômicas e dar subsídios às decisões sobre as melhores alternativas para menear a plantação. Aliás, geram gráficos que mostram a quantidade de carbono sequestrado pelas árvores e o cômputo de quantos animais podem ser mantidos no sistema com emissão de metano compensada. Os softwares de manejo florestal vêm sendo desenvolvidos desde 1988 pela Embrapa, inicialmente para monocultivos e, desde 2016, também para ILPF. Atualmente, são 25 softwares amplamente utilizados pelo setor florestal brasiliano. Todos os programas compõem a “Família Sis” que, em sua denominação, apresenta o nome popular do gênero ou espécie florestal contemplada. Com os programas é provável fazer prognoses de produção de madeira no presente e em condições futuras, efetuar análises econômicas e, depois, levar para o campo exclusivamente a melhor selecção, informa o pesquisador da Embrapa Florestas Edilson Batista de Oliveira que, com parcerias, desenvolveu os softwares. “Eles auxiliam, por exemplo, no planejamento dos desbastes (colheitas parciais, retirando-se linhas e/ou árvores selecionadas) de plantios florestais. Os programas possibilitam simular porquê o plantio florestal cresce e produz, conforme os regimes de manejo que o próprio usuário indica, muito porquê calcular o carbono tomado pelas árvores”. “O diferencial dos SisILPF é que eles são aplicados exclusivamente a plantios no sistema de integração lavoura-pecuária-floresta”, informa o pesquisador. Os softwares atendem a uma série de requisitos fundamentais para o produtor rústico: realizam a estudo técnica e econômica da plantação florestal, permitem que seja feito o planejamento florestal e o manejo florestal de precisão, calculam o estoque de madeira atual, no momento em que se faz o inventário, e também mostram a projeção a cada ano horizonte, separando o volume de madeira em sortimento para finalidades industriais porquê laminação, serraria, celulose e força. Softwares para ILPF disponíveis: SisILPF Benthamii SisILPF Cedro SisILPF Dunnii SisILPF Ellottii SisILPF Eucalipto (para sistemas com Eucalyptus urograndis) SisILPF Mogno SisILPF Taeda SisILPF Teca Downloads Os SisILPF estão disponíveis para download, junto com os softwares da série Sis para monocultivos, no site da Embrapa Florestas.

A Embrapa Florestas está disponibilizando para download novas versões dos softwares SisILPF para manejo do componente florestal em sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF). Os softwares podem ser usados para gerenciar e planejar o componente florestal de ILPF com eucalipto, pinus, cedro-australiano, mogno-africano e teca. Eles apoiam a tomada de decisões relacionadas a porquê, quando e quanto desbastar e quando realizar a colheita final. Com base em dados de inventário, os softwares permitem aos usuários simular todas as opções de gerenciamento de componentes de árvore em ILPF; prever a produção presente e futura; conduzir análises econômicas e  dar subsídios às decisões sobre as melhores alternativas para menear a plantação. Aliás, geram gráficos que mostram a quantidade de carbono sequestrado pelas árvores e o cômputo de quantos animais podem ser mantidos no sistema com emissão de metano compensada.

Os softwares de manejo florestal vêm sendo desenvolvidos desde 1988 pela Embrapa, inicialmente para monocultivos e, desde 2016, também para ILPF. Atualmente, são 25 softwares amplamente utilizados pelo setor florestal brasiliano. Todos os programas compõem a “Família Sis” que, em sua denominação, apresenta o nome popular do gênero ou espécie florestal contemplada. 

Com os programas é provável fazer prognoses de produção de madeira no presente e em condições futuras, efetuar análises econômicas e, depois, levar para o campo exclusivamente a melhor selecção, informa o pesquisador da Embrapa Florestas Edilson Batista de Oliveira que, com parcerias, desenvolveu os softwares. “Eles auxiliam, por exemplo, no planejamento dos desbastes (colheitas parciais, retirando-se linhas e/ou árvores selecionadas) de plantios florestais. Os programas possibilitam simular porquê o plantio florestal cresce e produz, conforme os regimes de manejo que o próprio usuário indica, muito porquê calcular o carbono tomado pelas árvores”. “O diferencial dos SisILPF é que eles são aplicados exclusivamente a plantios no sistema de integração lavoura-pecuária-floresta”, informa o pesquisador.

Os softwares atendem a uma série de requisitos fundamentais para o produtor rústico: realizam a estudo técnica e econômica da plantação florestal, permitem que seja feito o planejamento florestal e o manejo florestal de precisão, calculam o estoque de madeira atual, no momento em que se faz o inventário, e também mostram a projeção a cada ano horizonte, separando o volume de madeira em sortimento para finalidades industriais porquê laminação, serraria, celulose e força. 

Softwares para ILPF disponíveis:
SisILPF Benthamii
SisILPF Cedro
SisILPF Dunnii
SisILPF Ellottii
SisILPF Eucalipto (para sistemas com Eucalyptus urograndis)
SisILPF Mogno
SisILPF Taeda
SisILPF Teca

Downloads
Os SisILPF estão disponíveis para download, junto com os softwares da série Sis para monocultivos, no site da Embrapa Florestas. 

Manadeira: Embrapa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui