ICMBio: Mais de 130 vagas para Brigadistas abertas

0
56

Atenção concurseiros! Foram abertas nesta quarta-feira (28), 134 oportunidades para Brigadista no concurso ICMBio
(Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), dentro de uma das ações de prevenção e combate a incêndios florestais no país.

Concurso ICMBio: inscrições

A matrícula
dos candidatos será realizada presencialmente, em cada uma das sedes para onde as vagas serão lotadas. A matrícula será isenta de qualquer taxa.

O candidato deverá preencher uma ficha de matrícula, disponibilizada juntamente com os editais, e deverá estar postando os documentos necessários apontados nos documentos.

“Somente será aceita matrícula do candidato que apresentar no ato da matrícula toda a documentação relacionada nos itens 2.3 e 2.4 do edital”, afirmam os documentos.

Confira os editais completos
do concurso ICMBio.

Concurso ICMBio: vagas, salários e requisitos

Entre as vagas abertas para o concurso
ICMBio, 17 são para Chefes de Esquadrão, com salários de R$ 1.650, e 117 para Brigadistas, com salários de R$ 1.100. O prazo de contratação é de 24 meses, e poderá ser prorrogado por mais 12 meses, posteriormente.

Para concorrer a uma das vagas, o concurseiro deverá ter qualquer nível de escolaridade, desde que tenham 18 anos completos até a data do término das inscrições.

Ou por outra, os candidatos devem estar em dia com as obrigações militares, no caso de candidatos do sexo masculino, e com as obrigações eleitorais; aliás, não ser servidor público

As vagas são para lotação nas unidades de conservação federais do Região Federalista, o Parque Pátrio de Brasília, a Floresta Pátrio de Brasília e a Dimensão de Proteção Ambiental do Planalto Mediano.

Entretanto, os brigadistas integrarão a Brigada Pronto Tarefa, uma vez que um corpo volante, e ficarão à disposição também para outras unidades do território vernáculo, que possuem situações de risco ou emergência.

Concurso ICMBio: etapas de seleção

Os candidatos serão avaliados por meio de uma pré-seleção em testes de propensão física e capacidade de utilização de ferramentas agrícolas. Depois, posteriormente a primeira período, os aprovados passarão ainda por estudo curricular.

Na última seleção organizada pelo Instituto, publicada em 2020, os candidatos foram avaliados de congraçamento com tempo de experiência profissional, cursos de formação, participações em operações de combate a incêndios florestais e trabalho voluntário em unidades de conservação integrantes do Sistema Pátrio de Unidades de Conservação – SNUC.

Ou por outra, no caso do incumbência de Chefes de Esquadrão, também poderiam ser pontuados por habilitação (CNH) nas modalidades D ou E.

Verba para combates, fiscalização e prevenção

Além das novas contratações dos Brigadistas, o ICMBio vem promovendo outras ações, no contexto da prevenção e combate a incêndios florestais, em unidades de conservação federais em todo o Brasil.

Com a aproximação da era da seca, um cronograma de prevenção está sendo executado, incluindo a compra de veículos, a capacitação de brigadistas, ações de instrução ambiental junto às comunidades locais, além da realização de queimas controladas em diversas unidades.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) informou que o Ministério do Meio Envolvente já enviou ao Ministério da Economia pedido de recomposição orçamentária e geminação de verbas, na ordem de R$ 270 milhões.

A ação é para atividades de fiscalização, prevenção, além do combate ao desmatamento ilícito e de incêndios florestais. A verba também prevê ações de monitoramento ambiental.

Último concurso ICMBio

Divulgado em 2014, sob organização do Cespe/UnB, atual Cebraspe, o último concurso
ICMBio ofertou 289 vagas, sendo 20 vagas para Comentador Administrativo, 30 vagas para Comentador Ambiental, 168 vagas para Técnico Administrativo e 71 vagas para Técnico Ambiental.

Os candidatos aprovados foram lotados para os estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Pará, Amazonas, Bahia, Região Federalista, Paraíba, Piauí, Paraná, Santa Catarina, Pernambuco, Maranhão e Espírito Santo.

A avaliação dos candidatos aconteceu mediante provas objetivas e discursivas. A primeira contou com 120 questões, sendo 50 distribuídas por Língua Portuguesa, Informática, Atualidades e Moral no Serviço Público, e 70 para Conhecimentos Específicos, de congraçamento com o incumbência solicitado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui