“Hotéis e restaurantes são mais seguros do que nunca.” AHRESP apela a mais apoios e ao retorno dos clientes (com video)

0
41

A secretária-geral da AHRESP garantiu, em entrevista exclusiva ao Notícias de Coimbra,  que os espaços de hotelaria, alojamento e restauração são seguros e que o setor “está mais do que pronto para receber os clientes e turistas”, mas “o Governo deveria fazer mais” porque “há subsetores encerrados, há mais de um ano, porquê bares e discotecas”.

Os nossos restaurantes e a nossa hotelaria sempre foram espaços seguros e ainda mais agora com as regras de higiene reforçadas e com a já existente certificação em higiene fomentar da AHRESP.

Ana Jacinto destaca que o desconfinamento é importante mas que o setor precisa muito de  “apoios mais robustos” em peculiar nas micro empresas e nos bares e discotecas, que estão fechados há um ano.

Em Portugal, “49 por cento da restauração e do alojamento tem quebras superiores a 90 por cento e os apoios do estado estão a chegar tarde e com muita burocracia”, alerta.

Ana Jacinto falou ao Notícias de Coimbra no final da apresentação da campanha “Cá entre nós” da Turismo do Núcleo de Portugal, lançada esta semana em Lisboa, no Museu da Cerveja, no Terreiro do Paço.

A secretária-geral da AHRESP disse que estas campanhas são vitais e que importa agora lembrar os portugueses para visitarem ou voltarem a visitar os nossos hotéis e  restaurantes, “onde já foram felizes”.

Hoje a Região de Coimbra entrou na novidade tempo de desconfinamento em que os restaurantes, cafés e pastelarias “passarão a funcionar, quer durante a semana, quer aos fins de semana, até às 22:30”, podendo ter clientes tanto no interno porquê nas esplanadas. Com esta novidade tempo, o limite de pessoas por mesa nestes estabelecimentos aumenta para grupos de seis no interno e de dez pessoas nas esplanadas.

Veja a entrevista em direto do Notícias de Coimbra.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui