Hacker prenúncio vazar dados que “podem prejudicar toda indústria de criptomoedas”

0
101

A Tether disse que está sendo extorquida e que o criminoso exigiu 500 bitcoins para não vazar documentos que podem “prejudicar todo o ecossistema do Bitcoin”. 

O CTO da Tether e Bitfinex, Paolo Ardoino, confirmou a informação, dizendo que os “Truthers estão tentando chantagear a empresa.

“Hoje recebemos um pedido de resgate de 500 BTC a serem enviados para o endereço bc1qa9f60pved3w3w0p7snpxlnh5t4uj95vxn797a7. O remetente disse que, a menos que recebam os bitcoins até amanhã, eles vazarão documentos para o público em um esforço para ‘prejudicar o ecossistema bitcoin’. Não vamos remunerar.”, disse a empresa por meio do Twitter.

Na manhã deste domingo (28), uma série de e-mails não confirmados entre a Tether e seu parceiro bancário Deltec Bank & Trust começaram a circunvalar nas redes sociais.

Na semana passada, um perfil no Twitter chamado DeltaLeaks vazou supostas informações da Tether. O perfil agora foi excluído, mas as informações foram printadas e podem ser vistas aquém.

Nas postagens feitas pelo perfil, várias informações que supostamente são da Tether foram expostas, uma vez que descrição de bancos de dados, número de contas, documentos da empresa e outros dados.

A Tether afirmou que todos os documentos supostamente vazados que circulam nas redes sociais são falsos.

Postagens do perfil @deltecleaks

Não está evidente se a roubo tem relação com o perfil do Twitter, mas a Tether disse que está levando a prenúncio a sério e que acionou as autoridades.

“Embora acreditemos que esta é uma tentativa muito triste de roubo, nós a levamos a sério. Nós relatamos as comunicações falsas e o pedido de resgate associado às autoridades. Porquê sempre, apoiaremos totalmente a emprego da lei na investigação deste esquema de roubo.”

Tether e justiça

A Tether tem um papel importante no mercado de criptomoedas, porém, duvidoso. O token USDT, que supostamente é bem pelo dólar americano, é usado por traders e corretoras, dando ao token o que alguns chamam de preço sistêmica.

No inicio da semana, no entanto, a Tether foi condenada a remunerar uma multa à justiça de Novidade York por culpa de uma investigação de vários anos onde a procuradora-geral disse que “as afirmações da Tether de que sua moeda virtual ser totalmente respaldada por dólares americanos era uma peta”.

De consonância com a decisão, a Tether e a Bitfinex enganaram clientes e mercados por superestimar as reservas, “ocultando aproximadamente US$ 850 milhões em perdas ao volta do mundo”.

Apesar de não estar evidente quais serão os supostos dados que os criminosos pretendem vazar, e se eles realmente possuem as informações que dizem ter, é de se esperar que seja alguma coisa relacionado com as reservas de dólares da Tether.

A empresa afirma que para cada token USDT emitido, existe um dólar americano real em suas reservas, isso é, ela não poderia imprimir tokens do zero. Se assim o fizesse, ela teria capacidade de inflar o preço do Bitcoin, o que, realmente prejudicaria todo o ecossistema.

Pelo visto veremos nas próximas horas se os dados realmente existem, e o que eles revelam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui