Governo planeja liberar programa que substituirá Auxílio Emergencial e Bolsa Família | Rede Jornal Contábil

0
42
Links Patrocinados

O Governo federalista já há muito tempo vem planejando mudar o Bolsa Família, e agora quer também um programa para substituir o auxílio emergencial.

O Ministério da Cidadania já está estudando uma forma de substituir o auxílio emergencial e o Bolsa Família. Com a possibilidade desse favor ter um valor maior que ambos os auxílios atuais.

Designed by @rafapress / shutterstock

O início seria em agosto, porquê quer alguns parlamentares, segundo o senador Fernando Bezerra. O auxílio emergencial e o Bolsa Família e outros programas deverão ser substituídos pelo novo favor, e deverá saber um número maior de brasileiros.

Novo programa social

Está sendo desenvolvido pela equipe da Cidadania, um projeto que deverá ser posto em prática depois o término do auxílio emergencial. Até julho o texto deverá estar finalizado, e em agosto ser lançado.

Enquanto o valor do novo favor não é definido, especula-se que deverá ultrapassar os R$ 192 do Bolsa Família e os R$ 250 do auxílio emergencial.

A viabilidade do novo programa está sob responsabilidade do Ministério da Cidadania, que já gerencia o Bolsa Família, muito porquê o auxílio emergencial. No entanto, para ser lançado o novo favor, será necessário que o orçamento talhado ao Bolsa Família seja transferido para o novo projeto. O que não iria trazer nenhuma dívida aos cofres públicos.

Viabilização do BIP

Governo Federalista quer produzir o BIP (Bônus de Inclusão Produtiva), que será talhado para os trabalhadores informais e jovens estudantes que não estudam e nem trabalham
O programa disponibilizará vagas de trabalho aos integrantes que participarem dos cursos profissionalizantes a intervalo.

Paulo Guedes, ministro da Economia, em 28 de abril, tinha novamente comentado sobre o objecto, dizendo que o Governo vai lançar o programa. Também afirmou que a intenção é ajudar murado de 40 milhões de trabalhadores informais e os demais que recebem o auxílio emergencial.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui