Governo do Maranhão cria auxílio emergencial para trabalhadores do transporte turístico

0
11
Cidade de São José de Ribamar, um dos destinos turísticos do Maranhão. Foto: Divulgação Setur

Medida beneficia empresas e profissionais que atuam no turismo, seja uma vez que guia ou uma vez que motorista de veículos de fretamento

WILLIAN MOREIRA

O Governo do Estado do Maranhão inicia na próxima segunda-feira, 05 de abril de 2021, a receber as inscrições unicamente via internet de pessoas ou empresas interessadas no auxílio emergencial voltado exclusivamente para o setor de turismo.

Nascente mercê temporário foi criado para ajudar os trabalhadores deste setor seriamente afetado pela pandemia, com R$ 600 para guias turísticos e com R$ 1 milénio pessoas que atuam no transporte de turismo e fretamento.

Para ter recta, o interessado deve possuir o Cadastur (Cadastro dos Prestadores de Serviços no Turismo) ativo até 29 de março de 2021 e, no caso das empresas de fretamento e turismo, além do cadastro também devem possuir a matrícula ativa na Escritório Estadual de Mobilidade Urbana, na categoria de Transporte Coletivo de Fretamento e Turismo de Passageiros e ter uma conta manante no nome titular da empresa habilitada, não podendo usar conta de terceiros.

Os guias turísticos devem também justificar residência no Maranhão e assim uma vez que para o transporte, também racontar com conta manante em seu próprio nome.

Com estes documentos em mãos, deverá ser acessado o site (www.auxilio.turismo.ma.gov.br ) de 5 de abril até as 23h59 do dia 12 e preencher o formulário que estará disponível neste endereço eletrônico.

Depois de uma avaliação da matrícula ela Setur (Secretaria de Estado de Turismo), o mercê será creditado na conta informada a partir de 15 de abril com o valor correspondente à modalidade do requerente.

A ação governamental tem um orçamento totalidade de R$ 90 milénio e vem de recursos do FUMACOP (Fundo Maranhense de Combate à Pobreza).

Willian Moreira em colaboração próprio para o Quotidiano do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui