Governo do Ceará distribui mais de 685 toneladas de mantimentos em cestas básicas durante pandemia

0
49
Links Patrocinados


12 de maio de 2021 – 18:15
#ação social #auxílio cesta básica #coronavírus #Covid-19 #Mais Nutrição Ceará #Onélia Santana #Pandemia #Vacinação Solidária


Wiarlen Ribeiro – Ascom Gabinete da Primeira-Mulher – Texto
Helene Santos e Ariel Gomes – Fotos


O Governo do Ceará promoveu, desde o início da pandemia, em março do ano pretérito, a distribuição de mais de 30 milénio cestas básicas para milhares de cearenses em situação de vulnerabilidade social. Cada unidade doada beneficia uma família de até cinco pessoas e possui mantimentos básicos uma vez que arroz, feijoeiro, macarrão, açúcar, leite em pó, farinha de mandioca, óleo, entre outros. A ação, que representa um totalidade de mais de 685 toneladas de mantimentos, tem o objetivo de reduzir os efeitos negativos causados pela Covid-19.

“O Estado vem monitorando os mais vulneráveis durante a pandemia e tem adotado políticas emergenciais para atender essa população. A oferta desses mantimentos é uma maneira de dar mais condições para que essas pessoas enfrentem o momento que estamos passando. Nesse momento, temos que fazer pelos que mais necessitam, para prometer melhores condições de vida”, destaca a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana. Somente nos últimos dias foram entregues milhares de cestas a 20 entidades da Capital.

As doações, coordenadas pela Moradia Social, Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e Corpo de Bombeiro do Estado do Ceará (CBMCE), contemplam famílias atendidas pelo Programa Mais Nutrição, beneficiárias do Cartão Mais Puerícia Ceará, vítimas de enchentes, artistas circenses da Grande Fortaleza, população indígenas e quilombolas, municípios em Isolamento Social Rígido e instituições que atendem pessoas em situação de rua, crianças com câncer e fissura lábio-palatal.

Parcerias

A ação contou com o espeque e a solidariedade das equipes da Resguardo Social, Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), Instituto Unibanco, Instituto da Primeira Puerícia (Iprede), empresária Ticiana Rolim, cantor Xand Avião, Hard Rock, Indumetal, Ivia Serviços de Informática, Marquise, Yan Permissionário, Embaixada Americana e Instalação Vernáculo do Índio (Funai).

Mais doações

Somente com o Programa Mais Nutrição, que atua desde junho de 2019, já foram distribuídas 817,5 toneladas de mantimentos “in natureza”, polpa de frutas e mix de legumes para preparos de mantimentos, entre outros gêneros, promovendo a segurança nutrir e nutricional de crianças e adolescentes e combatendo o desperdício de mantimentos. A iniciativa beneficia dezenas de milhares de famílias com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de entidades de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú, além de já ter ofertado doações para municípios do Estado. A ação tem a parceria permanente da Associação dos Permissionários da Ceasa (Assucece) e do Grupo M. Dias Branco, além dos parceiros espontâneos da iniciativa privada. Os interessados em contribuir com a iniciativa, na doações de mantimentos, podem vincular para o número (85) 991132246.

Vacinação Solidária

Campanha lançada pelo Estado, com o objetivo de ajudar na oferta de mantimentos para famílias cearenses. Agora, quem for vacinado contra a Covid-19 no Ceará pode festejar a imunização, de forma solidária, levando 1kg de maná não-perecível da cesta básica (arroz, feijoeiro, macarrão, leite em pó, dentre outros), que serão doados a entidades cearenses. A ação é uma parceria do Governo do Ceará, via Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e Programa Mais Nutrição, com a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Sistema Fecomércio, Tertúlia Lesgislativa e Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDMCE). A doação não é obrigatória, ajudando somente quem puder ou quiser colaborar.

Auxílio Cesta Básica

Com cadastramento disponível até esta sexta-feira (14) para trabalhadores de transporte mútuo e escolar, ambulantes e feirantes, mototaxistas, taxistas, motoristas de aplicativos, bugueiros, guias de turismo e despachantes documentalistas, o favor será pago por meio de cartão-alimentação, em duas parcelas de R$ 100, e vai beneficiar 150 milénio profissionais que tiveram a renda reduzida em decorrência da pandemia. As inscrições devem ser realizadas no site da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). Para acessar o formulário, clique em www.sps.ce.gov.br


Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui