Fintech de empréstimo pessoal do Santander alcança R$ 1 bilhão em carteira

0
55
Links Patrocinados

O primícias de 2021 foi muito proveitoso para a Sim, fintech de empréstimo pessoal do Santander, que fechou o primeiro trimestre do ano com mais de três milhões de clientes e R$ 1 bilhão de valor em carteira. O valor representa 0,6% de participação no mercado brasiliano de empréstimo pessoal.

A fintech foi lançada no segundo semestre de 2019, com intuito de oferecer uma experiência 100% do dedo aos clientes que buscam empréstimo. A empresa possui a mesma segurança de dados que o Santander e oferece opções de recursos extras com ou sem garantias, possibilitando a emprego de seguro nas parcelas.

publicidade

Fintech de empréstimo pessoal do Santander alcança R$ 1 bilhão em carteira.
Imagem: Redes Sociais/Sim Santander

“A Sim oferece soluções de empréstimo pessoal fundamentais para o reaquecimento da economia, principalmente em cenários uma vez que o visto no primeiro trimestre do ano. De uma forma simplificada, auxiliamos o brasiliano a reorganizar suas finanças ou a tirar seus projetos do papel com maior segurança”, acredita Francisco Muñoz, CEO da Sim.

Em dezembro de 2020, a Sim lançou o seguro prestamista, que hoje representa 37% das contratações de crédito da empresa.

Segundo relatório da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), de fevereiro 2021, o totalidade de contratações nessa modalidade de seguro soma R$ 2,41 bilhões no aglomerado deste ano – uma variação de 5% em relação a 2020.

O seguro prestamista prevê que, quando a dívida deixa de ser paga por qualquer imprevisto, uma seguradora assume o problema quitando o débito e evitando inadimplência.

Leia também!

A teoria do seguro é dar uma proteção extra para quem comprou um pouco de forma parcelada, por exemplo, evitando que o segurado perda o muito adquirido e garante ao credor o recebimento do valor que falta ser pago.

De concordância com a Sim, São Paulo é o estado que mais contrata empréstimos com seguro prestamista (31%), seguido por Rio de Janeiro (11,5%) e Minas Gerais (9,5%).

“O valor de contratação do seguro prestamista é de 4% do totalidade do empréstimo. Ele é indicado para aqueles clientes que precisam de quantia para organizar sua vida financeira, mas não querem percorrer riscos em caso de desemprego, morte ou invalidez”, explica Muñoz.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso ducto!

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui