Fenômeno Juliette: famosos opinam sobre o sucesso da paraibana do BBB21 – Vogue

0
21

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

Juliette Freire pode até não ser unanimidade dentro do BBB21 e até mesmo fora dele, mas não dá pra negar que a paraibana é uma das grandes protagonistas desta edição. Há pouco mais de dois meses, junto com o pregão do elenco deste ano, seu nome caiu na boca do povo e nunca mais saiu.

Integrante do time Pipoca, a nordestina de personalidade potente e único entrou no reality show com pouco mais de 3 milénio seguidores no Instagram, mas sua trajetória meteórica na vivenda vem lhe rendendo vários recordes e uma lista impressionante de consquistas.

Rumo aos 20 milhões de followers (e contando!), ela é a 4ª participante mais seguida dos quase 20 anos de história do Big Brother Brasil, detrás unicamente de Sabrina Sato, Grazi Massafera e Rafa Kalimann. E mais: tem um dos perfis na rede social com o maior engajamento do Brasil e do mundo, ultrapassando grandes ícones uma vez que Beyoncé, Anitta, Bruna Marquezine e Ivete Sangalo.

Advogada e maquiadora, Juliette vem lançando tendências com suas roupas, makes e penteados dentro da vivenda. Até músicas e passarinho em Fernando de Noronha já foram batizados com seu nome.

Aos 31 anos, a moça de origem simples tem tudo para fazer curso também no meio artístico quando deixar o confinamento, com promessas de parcerias musicais engatilhadas com Luan Santana, Giulia Be, Maria Gadú, Duda Beat, Wesley Safadão, Chico César e Maiara e Maraisa. Achou muito? Acredite, a relação de artistas que já afirmaram querer trovar com ela em breve é ainda maior.

Isso sem falar das diversas marcas que pretendem fechar contrato para propagandas futuramente estreladas pela sister – que agora é assessorada pela mesma empresa que cuida de Anitta. 

Esse sucesso e nepotismo acontece fora do programa enquanto (e talvez porque), dentro dele, ela vem enfrentando, entre outras coisas, julgamentos e questionamentos à sua efusividade, autenticidade e naturalidade.

Quem acompanha o reality da Rede Orbe e foi flechado por seu jeitinho único aposta que Juliette é totalmente de verdade e leal às suas convicções, origem e caráter. O que para alguns pode tanger uma vez que defeito, para a maioria é justamente o que faz dela a favorita ao prêmio de R$ 1,5 milhão.

“Coração crédulo, bom humor, alegria, espontaneidade, lealdade, persistência, sinceridade, força, autoconfiança, naturalidade, congruência, lucidez, autenticidade, representatividade, regionalidade…” Esses são alguns dos adjetivos que mais se repetem por quem avalia a sister.

Deborah Secco, Elba Ramalho, Thelma Assis, Wanessa, Caio Braz, Tia Má e mais famosos, ex-BBBs e influenciadores fizeram isso e responderam com exclusividade à Vogue: “Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?”. Descubra inferior:

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

DEBORAH SECCO:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
Acho que um dos principais motivos pro Brasil ter se enamorado por ela, assim uma vez que pelo Lucas, é que todo mundo em qualquer momento da vida já se sentiu meio excluído, já foi meio que deixado de lado, já teve suas escolhas e sua moral questionada e apontada. Todo mundo se identifica com essa situação de ter um grupo de pessoas fazendo bullying com você. Vivemos numa sociedade que julga muito, que aponta muito o dedo. Ao menos uma vez na vida já estivemos nesse lugar, e isso faz com que a gente sinta uma empatia enorme por ela.

– E por que você está apaixonada por ela?
Acho que porque ela é uma pessoa de bom coração, de boa índole, não se trai em nenhum momento, tem uma moral e um caráter muito fortes. Ela não é perfeita, erra, acerta, mas não trai sua índole, e isso é muito valioso. Sou apaixonada e a escolheria para ser a vencedora. Colocaria o Gil e a Camilla junto no meu pódio. Não sei o que vai suceder daqui pra frente, mas hoje Juliette seria minha escolhida. E esse posto pra mim já não foi dela: no início do programa, na era do G3, eu torcia pela Sarah. Mas hoje tudo mudou e minha torcida vai pra Juliette, sim.

WANESSA:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
Há muitos fatores. Acho que o brasiliano se vê muito na Juliette. Ela é feliz, espontânea, verdadeira. E nosso povo tem um siso de justiça muito grande – devido a todos os questionamentos que colocam sobre ela na vivenda, acredito que o Brasil quer fazer justiça por ela.

– E por que você está apaixonada por ela?
Eu faço secção dessa parcela que citei supra. Além de tudo, tenho essa identificação com ela, que às vezes peca pelo excesso, por falar demais ou tentar me explicar demais – com o coração pleno das melhores intenções. Já me vi nela em vários momentos. É muito paixão!

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

WESLEY SAFADÃO:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
A Juliette é a rosto do povo brasiliano, né? Ela é alegria, é persistente, é meio doidinha também, e faaaaala, mas é engraçado, é puro. Eu vejo pureza nela.

– E por que você está enamorado por ela?
Além dela simbolizar o nosso Nordeste em um programa dessa dimensão e ter dito gostar do meu trabalho, eu vejo muita sinceridade nela, muito protecção. Nesse momento que estamos vivendo, ser asilado é fundamental, é importante ter alguém que se importe com você e que seja verdadeiro.
 

THELMA ASSIS:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
Reality show envolve empatia e identificação do público. Fico feliz que uma mulher potente, que tem orgulho das suas origens e que vai detrás de entender seus objetivos, está tendo destaque. Ou por outra, ela é da pipoca, uma vez que eu fui, e sei o quanto é difícil manter a autoconfiança nessa novidade dinâmica de Pipoca X Torrinha.

GIULIA BE:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
Acredito que seja pela naturalidade e congruência. Desde o início do programa, ela foi muito verdadeira, de coração crédulo, e isso atrai pessoas. Todo mundo gosta de ver verdade no olhar do outro, de sentir que você pode se identificar com aquela pessoa de alguma forma, e a Juliette entrega isso. Além dela ser muito engraçada, né? (risos) O meme dela na frente do Queridômetro é um ícone.

– E por que você está apaixonada por ela?
Pelo mesmo motivo. A Juliette é muito de verdade, ela transborda paixão e tem um jeitinho muito peculiar que eu senhor. Sabor de pessoas que entendem que erram, mas que tentam resolver seus erros, que apoiam as amizades, sem necessariamente ter que passar a mão na cabeça delas. Ela patroa música, eu também, muitas coisas em generalidade, risos. Torço muito que ela continue com esse jeitinho e que se mantenha verdadeira com o que acredita, com seu coração. Esse é o sigilo.

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

ELBA RAMALHO:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
Acho que a Juliette é verdadeira, e isso é uma virtude nos tempos de hoje. Ela é simpática, empática, feliz, inteligente, sabe falar, sabe pontuar, se expressa de uma forma muito contundente e precisa. Pode irritar uns, mas aí já não é por conta das suas qualidades morais. Tem muito saudação pelo próximo, foi pro BBB pra viver, não pra atingir pessoas e dar golpes baixos. Acho que no início do jogo foi muito feliz porque acolheu bastante o Lucas. Os dois poderiam estar agora nessa disputa pela popularidade, pelo carinho do Brasil. Ela foi muito acolhedora e continua sendo até com as pessoas que não compreendem seu coração. Uma pessoa não pode se esconder muito quando tem dezenas de câmeras voltadas pra si, principalmente vivendo confinado num dia a dia que tem uma rotina. Apesar das surpresas do jogo, ela é sempre ela. Nestes tempos, o Brasil também perde bastante a referência de autenticidade e de verdade… Com essa notícia de hoje, a gente não sabe muito muito quem é quem, o que é o que, e a Juliette chega ali firme, autêntica, verdadeira, feliz, bem-humorada, engraçada… Isso me encanta muito nela, e acho que encanta também o Brasil.

– E por que você está apaixonada por ela?
Sou paraibana e estou encantada com a rapariga que veio da Paraíba e que é muito autêntica. Sua autenticidade é um pouco arrebatador. Quando ela diz ‘deixe de besteira, besta’, me lembro da gente no Nordeste. Falamos desse jeito mesmo. Ela poderia chegar enxurrada de defesas, usando palavras e expressões que fossem de uma linguagem mais universal, mas trouxe sua autenticidade pro confinamento. Juliette é muito engraçada e tem um tipo de humor muito dela. É preciso a olhar dessa maneira. Por ser advogada, tenta sempre conciliar as coisas, já as outras pessoas ali, não, mudam de humor e de opinião de um minuto pro outro, talvez por uma precipitação originário da requisito humana. Ela sabe pontuar, organizar e reconciliar as coisas, tanto que está passando por cima dos paus e das pedras que jogam nela. Isso me encanta muito numa pessoa.

CAIO BRAZ:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
Eu senhor Juliette. Pra mim, ela é A favorita do BBB. As redes sociais não mentem: acho que hoje ela tem mais de 18 milhões de seguidores no Instagram, tinha 4 milénio seguidores quando entrou, um incremento meteórico. Era uma pessoa anônima que ficou muito conhecida e todo mundo se identificou com ela. Acredito que, sobretudo, ela representa uma mulher nordestina que fala o que pensa, que sente as coisas, que age com a emoção. Tem muita gente que acha que ela aperta a mente das pessoas, que é muito efusiva, mas eu a acho muito mais autêntica, com um repertório completo, quer ser artista, canta, e é linda demais. Uma rapariga que encanta e é a rosto do Brasil, no sentido de que poderia ser sua amiga ou sua vizinha, sabe? É uma mulher muito interessante, muito inteligente e muito linda.

– E por que você está apaixonada por ela?
Tem muitos motivos. Primeiro que ela sofreu xenofobia também, por ser uma nordestina [como eu], uma paraibana, por ser uma mulher que fala de um jeito que soa dissemelhante… É um contraditório que, em pleno 2021, Juliette, assim uma vez que todas as pessoas nordestinas no Brasil, tenham que mourejar com um negócio desse.
Aquele programa é uma panela de pressão de saúde mental, e é muito louvável ela ainda se manter convicta e ainda parecer muito com a pessoa que era quando entrou. Isso mostra quem ela realmente é. E é daquele jeito que agrada à grande maioria. As pessoas que não gostam de Juliette sempre estão querendo mostrar alguma coisa uma vez que se ela fosse uma pessoa egóica e que fala muito de si, mas ela está tentando sobreviver e manter a sua identidade, que além de genuína, é bondosa. Essa rapariga é babado!

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

Juliette Freire (Foto: Reprodução/Instagram @laraimperiano.foto)

TIA MÁ:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
Juliette trouxe um mix de sentimentos. Ela tem um perfil e fisionomia de uma pessoa frágil, mas precisou se reinventar, e saiu da posição de excluída lá dentro da vivenda para aclamada pelo público. E boa secção dessa saudação tem a ver com a sua vontade de racontar a sua história e de mostrar que é provável. Ela tem várias histórias tristes, mas também sacadas hilárias. Juliette é a mistura de drama e humor que o brasiliano patroa!

– E por que você está apaixonada por ela?
Minha torcida é pautada no critério da identificação. Sabor de torcer por quem eu me reconheço e com quem acredito ter semelhanças. Por isso, torço por uma final com Juliette, Camilla, João e Gil!

GABI MARTINS:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
Acho que é porque ela é autêntica, mostra suas vulnerabilidades, é muito sincera, muito leal ao que diz e às pessoas que estavam com ela desde o início. Não deixa de mostrar sua origem, sua história do Nordeste, tem orgulho de mostrar isso.

HARIANY ALMEIDA:

– Por que você acha que o Brasil está enamorado pela Juliette?
A Juliette entrou no BBB de corpo e espírito. O público sente isso quando cada um dá o primeiro passo dentro da vivenda. Acredito que o que mais tenha cativado é todo aprendizagem da vida dela, que tem inúmeros acontecimentos tristes, pesados e que, com certeza, exigiram uma força surreal, o que a tornou atualmente essa mulher autêntica, sensível e inteligente. Ela tem um poder de abraçar a todos com as palavras e faz qualquer um se sentir em vivenda. A Ju é de verdade e não perdeu a origem nem por um minuto.

– E por que você está apaixonada por ela?
Estou apaixonada por ela, pelo João e pela Camilla. Dá até vontade de voltar pra vivenda e permanecer amiga deles (risos). Vejo muitas coisas boas na Ju, ela é uma amiga que faz muito muito dentro dentro de um confinamento (fora também, evidente). Ela está sempre disposta a dar uma termo de amizade, um amplexo carinhoso, a proporcionar uma conversa. Quando entramos em um confinamento assim, inevitavelmente nos sentimos sozinhos, e ter isso é um presente pra quem recebe.
 

FLAY

– Por que você está apaixonada por ela?
Não posso falar em nome de todo o Brasil, mas por mim, sim. Me apaixonei por ela porque me identifiquei em vários pontos. Somos mulheres diferentes e com trajetórias muito diferentes no BBB, mas temos vários pontos em generalidade. Por muitos anos, antes da minha participação, não tinha alguém da Paraíba no BBB. Ter Juliette logo em seguida foi inédito e maravilhoso para o nosso Nordeste e momento que estamos vivendo no país. Viemos de acontecimentos onde fizeram menos do Nordeste, nosso povo e nossa cultura. Julliete trouxe todos esses temas à tona novamente, mostrando nossa personalidade e jeitinho de ser. Representatividade sempre será importante, e eu me sinto representada por ela. O brasiliano não gosta de ver injustiça, e no início ela foi fim de muita sátira, somente pelo jeitinho dela, que é da maioria do nosso povo nordestino. A gente fala muito, a gente gosta do toque, somos calorosos, e ali no jogo muitos estavam incomodados com isso, o que fez com que o Brasil parasse e olhasse: ‘peraí. Por quê? Estão incomodados com o jeito dela? Só por isso?’. É muito grave quando pessoas começam a te julgar pela forma que você é, e sem malvadeza. Colocam seu caráter em jogo, sua instrução e princípios, por não saber sua cultura e de onde você vem. Brasil é um país enorme, costumo proferir que temos vários países cá dentro. São vários sotaques, várias culturas e formas de viver. BBB é uma vitrine da nossa sociedade e temos que olhar dispostos a abalizarmos nossas atitudes e opiniões sobre cada tema ali tocado e discutido. Desde que saí do programa cresci muito, amadureci em um ano o que não amadureci em anos de vida. É uma experiência que levamos para o resto da vida, são seres humanos julgando comportamentos que nós mesmos temos. São 20 pessoas que são colocadas ali dentro para serem juncadas por pessoas cá fora que são iguais a elas. Cada um se identifica de alguma forma, uma vez que disse, é uma vitrine da nossa sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui