Felicio Ramuth – São José respira tecnologia e inovação

0
69

Felicio Ramuth |

Prefeito de So Jos dos Campos |

A cada 72 horas, 4 satélites varrem o território de São José dos Campos, coletando imagens de áreas de risco, possíveis desmatamentos e infrações ambientais. São José é o primeiro município do país a usar de forma inovadora a tecnologia de monitoramento por satélite para controle ambiental.

Com o Projeto Observa, a Prefeitura cuida da cidade monitorando e coibindo degradação ambiental por meio de um contrato firmado com a empresa Visiona Tecnologia Espacial, de São José.

Na madrugada deste domingo está previsto para ser lançado, na Índia, o Amazonia 1, satélite que tem 90% dos equipamentos fabricados por empresas de São José, uma vez que a Cenic Engenharia, Orbital Engenharia,

Fibraforte Engenharia, Equatorial Eletrônica, Omnisys Engenharia e Equatorial Sistemas.

O primeiro satélite brasílio é nascido e criado em São José dos Campos, motivo de orgulho para nós, joseenses.

O Amazonia 1 é o primeiro satélite de reparo da Terreno completamente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil, para monitorar o desmatamento na região amazônica e a lavradio em todo o território vernáculo.

De São José dos Campos para o Brasil. Nossa cidade, nascimento dessa subida tecnologia, consolida cada vez mais o concepção de Cidade Inteligente, usando tecnologia para otimizar a mobilidade urbana, melhorar a segurança e os serviços públicos.

Temos 100% da frota da Guarda Social Municipal de carros elétricos, uma iniciativa pioneira no Brasil e nas Américas. Estamos instalando wi-fi público em escolas, unidades de saúde, centros esportivos, praças e parques. Semáforos inteligentes já funcionam em um sistema novo que identifica por câmeras, em tempo real, o fluxo de veículos na via e organiza o tempo semáforo.

Temos o melhor projeto de segurança do país, que segue o concepção SCaaS – Smart City as a Service, com 1.000 câmeras com lucidez e reconhecimento facial por toda a cidade.

Inovação, tecnologia e sustentabilidade são as molas que movem os projetos públicos em São José dos Campos.

No Parque Tecnológico bate o coração hight-tec de São José. São R$ 2,7 bilhões de investimentos captados, com 84 empresas residentes e 68 startups e 2 milénio empregos diretos gerados, 7 universidades, 4 centros empresariais, 3 laboratórios e 1 hub de inovação e aceleradora.

Cresce a todo vapor a Startup São José, no Parque da Cidade, atraindo empreendedores e formando um grande núcleo de engenharia criativa e inovação.

Vamos revolucionar o transporte público com a Traço Virente, um projeto de mobilidade urbana que vai interligar a cidade com ônibus elétricos. São conquistas que confirmam a vocação grandiosa de São José e reforçam que cidades que investem em tecnologia e inovação conseguem progredir na solução dos desafios da gestão municipal no Brasil..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui