Estilista da NYFW aposta na tecnologia em tempos de pandemia

0
85

Modelos posam em apresentação da coleção de primavera de Rebecca Minkoff durante a Semana de Tendência de Novidade York – AFP

É verosímil que seja melhor ver um desfile de voga virtualmente do que pessoalmente? É nisso que aposta a estilista Rebecca Minkoff, que embora tenha sido uma das únicas a organizar um desfile ao vivo na New York Fashion Week (NYFW), usa uma tecnologia inovadora para inserir os internautas em sua coleção.

Porquê aconteceu em setembro, quase todas as coleções desta edição da Semana de Tendência de Novidade York são apresentadas virtualmente por justificação da pandemia da covid-19, e a maioria dos grandes estilistas estão ausentes.

A exceção: os designers Jason Wu, que fez um desfile para 25 pessoas no domingo, e Minkoff, que convidou 100 pessoas para uma apresentação nesta terça-feira no Spring Studios no SoHo, com máscara e distanciamento social obrigatórios.

Mais milhares de pessoas viram a coleção de primavera de Minkoff ao vivo no TikTok e no Instagram, e também poderão vê-la na plataforma NYFW.com. Mas também, em colaboração com o Yahoo Ryot Lab e o estúdio de teor 5G da Verizon Media, a estilista de Novidade York usará a tecnologia de veras estendida (XR) para apresentar seu desfile em 360 graus na quarta-feira no Yahoo.

A partir do celular, o consumidor poderá se concentrar em uma peça de roupa na apresentação, passear por um vestido, considerar os detalhes. Uma experiência que às vezes não é verosímil nem mesmo na primeira fileira de um show.

“O teor imersivo realmente ajuda a contextualizar uma coleção e permite que o consumidor se aproxime do designer e do vestuário sem entrar em uma loja”, ressaltou Minkoff ao site Women’s Wear Daily (WWD).

“Por meio de experiências de tecnologia exclusivas, porquê as que estamos criando com o Yahoo, podemos imergir as pessoas na marca Rebecca Minkoff de uma forma mais exclusiva”.

Porém, muitos acreditam que zero substitui a experiência de ver uma coleção pessoalmente.

“Ver a coleção pessoalmente é muito mais emocionante, dá para sentir o clima, dá para ver os tecidos melhor, tem música”, contou à AFP a protótipo russa e blogueira Karina Blik em seguida o desfile de Minkoff, que mostrou muitos shorts de pele e de verão vestidos maxi com estampas de animais (e máscaras combinando).

Quando você não vê uma coleção pessoalmente, “você perde a virilidade, a magia e o paisagem social”, comentou Esther Santer, uma blogueira de voga nova-iorquina de 30 anos.

“Finalmente, zero porquê ver pessoalmente o movimento de uma roupa, com o que ela está combinada”.

De qualquer forma, “Minkoff é incrível por ter conseguido isso”, opinou.

“Foi ótimo trespassar e sentir o gostinho da Fashion Week, porque sei que todos sentimos falta”.

Veja também

+ Macarrão com queijo feta e tomates cereja é mania no TikTok
+ Restaurante nipónico que fez sarau de swing lança prato chamado “suruba”
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Porquê fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é conquistado no MA com sobras de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por justificação de “cliente cristão”
+ Eructar muito pode ser qualquer problema de saúde?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui