Espetacular reação do transacção exterior brasílio | SEGS

0
57

O transacção exterior brasílio teve um magnífico desempenho em março de 2021. A fluente de transacção (soma das exportações com importações), um importante termômetro da atividade econômica, atingiu US$ 47,528 bilhões no mês pretérito. As exportações somaram US$ 24,505 bilhões e as importações US$ 23,023 bilhões, tendo o superavit de US$ 1,482 bilhão.

Em relação a fevereiro deste ano, as exportações aumentaram 51,42% e as importações 53,18%, resultando no incrível desenvolvimento da fluente de transacção em 52,26% em somente um mês. Na conferência com os números de março do ano pretérito, considerando a média por dia útil, o valor das exportações apresentou subida de 27,8% e, o das importações, avançou 51,7%.

Os dados divulgados pela Secretaria de Negócio Exterior do Ministério da Economia mostram que, no mês, as exportações da agropecuária cresceram 34,5% na conferência com março de 2020, puxada pelo início da safra de alguns produtos, porquê milho e moca, e pela subida de 11,5% do preço internacional das commodities (bens primários com cotação internacional). As maiores altas foram observadas nas vendas de algodão bruto (+59,5%), soja (+36,9%) e moca não torrado (+24,9%). Embaladas pela subida de 58,4% na cotação de vários minérios, as vendas da indústria extrativa aumentaram 72,6% em relação a março do ano pretérito. Os destaques foram o minério de cobre (+267,7%) e de ferro (+152,7%). As exportações da indústria de transformação cresceram 8,3% na mesma conferência, liderada por açúcares e melaços (+45,3%), ligas de ferro e de aço semiacabadas (+48,2%) e obras de ferro ou aço e outros artigos de metais comuns (+158,5%).

Em relação às importações, a ingressão no país de plataformas de petróleo incrementou as compras externas. Sem as operações das plataformas, a balança mercantil teria registrado superávit de US$ 6,988 bilhões em março. Outros destaques nas importações foram o aumento nas compras de gás proveniente (+229,8%), de medicamentos e produtos farmacêuticos (+52,9%) e soja (+215%). A desvalorização do real, que aumenta o preço das mercadorias de outros países, contribuiu para o aumento do valor importado desses produtos.

No aglomerado do ano, as exportações somam US$ 55,635 bilhões e as importações US$ 53,987 bilhões, com saldo positivo de US$ 1,648 bilhão e fluente de transacção de US$ 109,622 bilhões.

A projeção do Ministério da Economia para 2021 é que as exportações cresçam 27% e cheguem a US$ 266,6 bilhões, e as importações cresçam 11,6% e alcance US$ 177,2 bilhões. Se confirmado esses valores, significará um superávit histórico de US$ 89,4 bilhões na balança mercantil do País, com aumento de 75% em relação ao resultado de 2020.

Com o progressão da vacinação contra o Covid-19, a expectativa é de um desenvolvimento significativo no transacção internacional em todo o mundo. Mesmo que ocorra uma novidade vaga da pandemia, ela não deverá ter impacto muito negativo para as economias porquê ocorreu no segundo semestre do ano pretérito.

Com a crise mundial instalada desde o surgimento do novo coronavírus e a consequente pandemia, os governos aprenderam a mourejar com a situação e os consumidores continuam se adaptando e aprendendo a conviver em um envolvente das quais uso de tecnologias se tornou imprescindível.

Aparecido Rocha – insurance

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui