Em seguida ser criticado ao falar de vacina, Oferecido Dolabella se defende: ‘Não sou negacionista’ | Celebridades

0
37
Links Patrocinados

Oferecido DolabellaThiago Duran / Ag. News

Por O Dia

Na sexta-feira, Oferecido Dolabella causou polêmica ao se pronunciar sobre as vacinas. Na ocasião, o ator disse que não vai tomar o imunizante até que apareça um que não faça testes em animais. “Eu não pretendo tomar nenhuma dessas. Vou esperar a vacina sem testes em animais”, disse Oferecido. Em uma live neste sábado, o artista detalhou mais o seu pensamento.

“Alguns dos motivos porque não vou tomar vacina. É obvio que no cenário atual a vacina se faz necessária, principalmente para quem é grupo de risco. É bom deixar simples que não sou anti vacina. Muito menos negacionista. Sou anti crueldade, só quero que não seja produzida através do sofrimento dos inocentes. A tratamento não virá da dor de ninguém. Por isso me recuso a ingerir uma substância que veio do sofrimento bicho criado por uma indústria que nunca quis promover a tratamento de zero… pelo contrário. Gera sempre submissão química nas pessoas para sobreviverem com as milhares de doenças que temos em nossa sociedade. Absolutamente desnecessário”, começou.

“O nosso problema de saúde mundial é sistêmico. Não adianta remediar, vacinar se não resolver na raiz do problema. Covid é zoonose. Doença que se origina na exploração bicho. É preciso parar com a exploração bicho. Se não novas cepas irão surgir, novas transmutações, novos vírus e novas drogas. Tudo que eles querem. Gripe espanhola, gripe suína, gripe aviária, influenza, vaca louca, ebola, HIV, h1n1, h2n5, mers, sars, covid e etc… vieram da crueldade que fazemos com os animais”, disse.

“Passou da hora de despertar. É preciso trinchar o mal pela raiz. Há seis anos que sou vegano, há seis anos que não sei o que é permanecer doente, nenhum vírus se cria dentro do meu corpo. Nem mesmo o COVID (que eu testei positivo) se criou, pra mim foi uma vez que se fosse um resfriadinho que durou 2 dias… E olha que antes eu era altamente dependente de antibióticos… toda hora tinha alguma zica. Acabou! Há seis anos vivo os melhores momentos da vida! Outra vibração! Outra frequência… O caminho que não tem paixão eu não vou”, finalizou.

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui