Em live, cantor Gusttavo Lima divulga suposto golpe com criptomoedas que promete lucro de 400%

0
47

O cantor Gusttavo Lima fez propaganda da CryptoX Revolution, uma suposta empresa de criptomoedas que promete lucro de até 400% em cima de aportes financeiros, em uma live realizada no sábado (1ª) em seu meato no YouTube.

Um QR Code do negócio, que figura porquê um dos patrocinadores do artista, aparece do lado recta da tela da apresentação ao vivo, que teve quase 9 milhões de views até o início da tarde deste domingo (2).

A reportagem do Portal do Bitcoin perguntou para a assessoria de Lima por que que o artista aceitou porquê patrocinador uma empresa que tem todos os indícios de ser um golpe financeiro. Nenhuma resposta foi enviada até o fechamento deste texto.

Rendimento de 400%

Em seu site, a CryptoX Revolution oferece planos que vão de US$ 15 (R$ 81) a US$ 2.500 (R$ 13,6 milénio), com promessa de lucro quotidiano de até 5% em cima do aporte financeiro e 400% até o final do contrato. Prazos não são divulgados.

Afirma também que paga comissões para pessoas que indicam outras para investir no negócio, formato geralmente adotado por empresas que atuam com marketing multinível ou por golpistas que montam pirâmides financeiras.

Em nenhum momento a CryptoX Revolution explica porquê consegue prometer um rendimento gigantesco no mercado de criptomoedas, divulgado por sua instabilidade.

Quem são os donos

A CryptoX Revolution diz que é sediada em Andorra, na Europa, e conta com especialistas espalhados pela Índia, China, Ucrânia, Irã e Rússia. Nomes dos proprietários e funcionários não são divulgados.

A empresa tem um domínio internacional ‘.com’ e um vernáculo ‘.br’. Consulta no Whois – plataforma que reúne informações sobre entidades da internet – não apresenta dados sobre o site registrado no exterior.

Já o domínio brasílico, segundo a utensílio, foi criado no dia 5 de março de 2021 por uma mulher chamada Claudia Maria Lopes. O e-mail [email protected] é informado.

A reportagem enviou mensagem para o endereço eletrônico, mas não recebeu resposta até o fechamento deste texto.

Patrocínio de futebol

Além de patrocinar o show do cantor sertanejo, a CryptoX Revolution também vai exarar a camiseta dos jogadores do Maior de Alagoas, time de futebol da série C do estado do nordeste brasílico.

“A CryptoX Revolution, empresa que atua mercado de criptoativos, estampará sua marca na barra da camisa do Azulão na sequência da temporada 2021”, disse o clube em um tweet publicado na semana passada.

A reportagem perguntou para o time, por meio de um número disponibilizado em seu site, se o indumentária de a empresa ter inídicios de ser um golpe é um problema e se isso foi medido antes da parceria. Nenhuma resposta foi enviada até o fechamento desta material.

Algumas parcerias entre supostas empresas de criptomoedas e times de brasileiros acabaram na Justiça. O Esporte Clube Iranduba da Amazônia, por exemplo, entrou com processo milionário contra a Vegan Nation, marketplace vegano do Reino Unificado que criou uma suposta criptomoeda chamada vegancoin.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui