Dia do Camarada: Sete negócios que começaram a partir da amizade – Pequenas Empresas Grandes Negócios

0
39
Links Patrocinados

Camarada pode ser aquela pessoa para um churrasco, happy hour, compras no shopping, futebol aos finais de semana ou conselhos sobre a vida pessoal e profissional. E, da poderoso identificação entre pessoas sem proporção de parentesco, também podem nascer novos negócios.

Nesta terça-feira (20/7), Dia do Camarada, Pequenas Empresas & Grandes Negócios traz sete histórias de empresas que começaram a partir de uma amizade entre seus empreendedores. Confira:

1 – Calzoon Sucos e Calzones

Equipe da Calzoon Sucos e Calzones: Luiz Vitório, Bruno Jerke, Thiago Dalchau e Felipe Alacon (Foto: Divulgação)

Luiz Vitório, Bruno Jerke, Felipe Alacon e Thiago Dalchau são sócios da rede de franquias Calzoon Sucos e Calzones, especializada em calzones. Amigos de Joinville (SC) desde os tempos do Ensino Médio, eles começaram a empreender juntos depois que Jerke comprou o negócio e encontrava dificuldades para aumentar a lucratividade. Em 2020, a marca fechou o ano com 93 unidades, com presença em 21 estados e faturamento de R$ 42 milhões.

2 – Espetto Carioca

Bruno Gorodicht e Leandro Souza são sócios na Espetto Carioca (Foto: Rafael Jorge)

Bruno Gorodicht e Leandro Souza são sócios na Espetto Carioca (Foto: Rafael Jorge)

Antes de fundar a Espetto Carioca, rede de espetinhos fundada no Rio de Janeiro, Leandro Souza enfrentou inúmeras adversidades comuns para muitos brasileiros. De família humilde, Souza foi incentivado pelo colega de mocidade Bruno Gorodicht a tentar a vida nos Estados Unidos. Depois de quatro anos no exterior, onde se tornou até piloto de avião, retornou ao Brasil, em 2008, e fundou, em 2011, ao lado do Gorodicht, a franquia de sustento. Hoje, a marca tem 32 unidades e faturou R$ 43 milhões no último ano.

3 – Marina&Gabriella

Marina Kloth e Gabriella Rosa, as fundadoras da marca Marina&Gabriella (Foto: Arquivo Pessoal)

Marina Kloth e Gabriella Rosa, as fundadoras da marca Marina&Gabriella (Foto: Registo Pessoal)

As amigas Marina Kloth e Gabriella Rosa, de 35 anos, decidiram que teriam a própria  empresa ainda na estação do Ensino Médio. A dupla começou a dar os primeiros passos com um pequeno escritório para produzir estampas para empresas. Depois, as designers de tendência fundaram o e-commerce de vestuário Marina&Gabriella, em 2011. No ano pretérito, o negócio cresceu 510% e chegou a faturar R$ 1 milhão por mês. Segundo Marina e Gabriella, o sigilo para crescer na pandemia foi a relação de proximidade com os consumidores.

4 – Burger da Rua

Antônio Alves, Victor Miranda e Raphael Fernandes, fundadores do Burger da Rua (Foto: Divulgação)

Antônio Alves, Victor Miranda e Raphael Fernandes, fundadores do Burger da Rua (Foto: Divulgação)

Antônio Alves, Raphael Fernandes e Victor Miranda são amigos de puerícia e, desde 2019, também donos da Burger da Rua. O negócio saiu do papel para oferecer lanches simples, mas muito feitos. Para atender o libido dos fundadores de ter também uma empresa de impacto social, a cada dez hambúrgueres vendidos, um é doado para ONGs uma vez que Muito da Madrugada, Entrega por SP, Moradores de Rua e Seus Cães (MRSC). Até maio, foram 6.012 lanches vendidos e 601 doados.

5 – B.O.B

B.O.B (Foto: Divulgação)

Andreia Quercia e Victor Falzone: amizade para empreender com sustentabilidade (Foto: Divulgação)

Andreia Quercia e Victor Falzone, ambos com 33 anos, se conheceram muito cedo, ainda na escola, aos 8, e mantêm a amizade desde portanto. Depois que Victor trabalhou no mercado financeiro e Andreia, com consultoria, eles decidiram se unir para empreender na extensão da sustentabilidade. Os produtos de higiene pessoal da B.O.B (Bars Over Bottles), uma vez que xampus e condicionadores em barra, não utilizam plásticos. Hoje, a venda de produtos gira em torno de 75 milénio itens por mês.

6 – Home Angels

home angels (Foto: Divulgação)

Home Angels (Foto: Divulgação)

Da amizade de longa data entre Mauricéa de Sant’anna e Elisabete Correia veio a teoria de investir em uma franquia da Home Angels, de cuidadores de idosos. A teoria partiu de Elisabete, que é professora de cuidadores de pessoas da terceira idade. “Eu sou muito ligada ao idoso, pois tenho avó com 103 anos, pai com 93 anos e mãe com 83 anos. Resolvemos unir nossa experiência e nos lançar a oriente duelo”, afirma Mauricéa. “Um dos elementos-chave para o triunfo de qualquer negócio em sociedade é a boa amizade supra de tudo”, completa. A Home Angels tem 99 unidades no país e faturou R$ 125 milhões em 2020.

7 – Moradia de Bolos

casa de bolos (Foto: Divulgação)

Em Sarandi (PR), amigos se uniram para realizar o sonho do empreendedorismo (Foto: Divulgação)

Com uma amizade que já dura mais de uma dezena, Leandro Puhis Martins e Diego Faria Euflasino decidiram investir, ao lado de suas esposas, Bruna Stresser Schimitt Martins e Suzanne Pamella de Castro, para inaugurar uma unidade da Moradia de Bolos em Sarandi (PR) no mês de maio. Fundada em 2010, a franquia de bolos caseiros soma 390 franquias no país.

Quer ter aproximação a conteúdos exclusivos da PEGN? É só clicar cá e assinar!

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui