Covid-19: vacinação avança e internações caem no Rio de Janeiro

0
12

O estado do Rio de Janeiro registrou esta semana o menor número de internações em UTI por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) desde março do ano pretérito, quando começou a pandemia de covid-19 no país.

De harmonia com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), na semana epidemiológica 37, de 12 e 18 de setembro, a rede do SUS no estado registrou 460 novas hospitalizações. A redução é de 61%, comparada à semana 32, de 8 e 14 de agosto, quando foram 1.187 pessoas internadas. O secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe, associa a queda nas internações ao progresso da vacinação.

“Estamos vendo uma redução no número de casos graves e internações e isso está certamente ligado ao progresso da vacinação em todo o estado. Temos uma distribuição de vacinas eficientes e isso facilita o trabalho das Secretarias Municipais. É importante que a população entenda a urgência da segunda ração e da ração de reforço dos idosos”, explicou.

O Rio de Janeiro ultrapassou esta semana a metade da população adulta com o esquema vacinal completo contra a covid-19, com as duas doses da CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer ou a ração única da Janssen, além da emprego do imunizante em quase 90% da população com a primeira ração.

Os dados da SES mostram que a taxa de ocupação dos leitos para covid-19 na rede SUS, incluindo unidades federais, estaduais e municipais, está hoje em 26,5% para enfermaria e 49,6% nas UTI. Nos últimos sete dias, a média de atendimentos nas 30 unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da rede estadual foi de 215 pessoas por dia, a menor desde outubro do ano pretérito.

De agosto para setembro, o número de óbitos por covid-19 caiu 46% e está no menor nível desde o término de outubro de 2020, com 378 registros na semana 37.

Capital

No município do Rio de Janeiro, os atendimentos na rede SUS de urgência e emergência por SRAG estão em 317 na média traste. As internações também seguem uma tendência de queda: no dia 27 eram 283 pessoas em UTIs e 156, em enfermarias.

Os dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostram que hoje são 414 pessoas internadas na cidade, com 66% dos leitos covid-19 ocupados no momento. As internações na cidade estão no nível de outubro de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui