Confira porquê está o desempenho do mercado de criptomoedas – Money Times

0
62
Confira um resumo semanal sobre notícias relevantes relacionadas a cripto: o preço do bitcoin atingiu altas recordes e ultrapassou US$ 60 milénio pela primeira vez, a MicroStrategy continua a provar uma fé inabalável no bitcoin e o setor de derivativos cripto tem uma grande semana (Imagem: Unsplash/executium)

O preço do bitcoin (BTC) atingiu uma novidade subida recorde no termo de semana, ultrapassando US$ 60 milénio pela primeira vez. A criptomoeda começou a subir na manhã do último sábado (13), em US$ 56,6 milénio e atingiu US$ 61,3 milénio no termo do dia — um aumento de preço hostil de 8%.

O preço do bitcoin ameaçou atingir altas recordes na metade da semana passada, atingindo US$ 57,9 milénio na última quinta-feira (11), mas enfrentou poderoso resistência a níveis de preço próximos de sua subida recorde de 21 de fevereiro de US$ 58,3 milénio.

No termo da semana, quando desafiou o mesmo nível psicológico de preço, grandes defensores (“bulls”) do bitcoin estavam prontos para prometer que o ciclo de subida continuasse ao estabelecer uma pressão de compra próxima a esse nível de resistência.

Um dos defensores dispostos a comprar bitcoin a preços próximos à sua subida recorde foi Michael Saylor, CEO da empresa de perceptibilidade mercantil listada em bolsa MicroStrategy.

Na última sexta-feira (12), Saylor anunciou que a empresa adquiriu mais 262 BTC por US$ 15 milhões em verba a um preço médio de US$ 57,1 milénio.

Assim, a MicroStrategy possui 91.326 BTC adquiridos a US$ 2,21 bilhões por um preço médio de US$ 24,214 por moeda. Com base nos preços atuais no Índice de Liquidez de Bitcoin (BLX) da Brave New Coin (BNC), as posses de bitcoin da MicroStrategy equivalem a US$ 5,14 bilhões.

Antes da compra da MicroStrategy, Meitu, uma empresa de aplicativo de fotos listada na Bolsa de Hong Kong (HKEX), anunciou um grande investimento em criptomoedas, comprando US$ 22,1 milhões em ether (ou 15 milénio ETH) e US$ 17,9 milhões em bitcoin (379 BTC).

A tendência de instituições internacionais que apoiam o bitcoin continuou conforme Aker ASA, empresa norueguesa de força, pesca e construção listada em bolsa, lançou uma novidade empresa dedicada ao investimento em projetos e empresas cripto.

A novidade empresa manterá todos os seus ativos líquidos em bitcoin a partir de 500 milhões de coroas norueguesas (US$ 59,3 milhões).

Empresas dispostas a comprar bitcoin, próximo a seus níveis históricos de preço, continuam a surgir ainda mais, impulsionando o otimismo e os grandes bolsos de detentores de cripto a longo prazo. Outro grupo que está impulsionando a subida do bitcoin são negociadores de derivativos.

A fornecedora de dados Glassnode relatou que houve uma novidade subida recorde em contratos abertos de futuros de bitcoin nesse domingo (14), conforme participantes do mercado estavam empolgados em negociar no mercado cripto.

O que vem por aí esta semana?

15 de março: lançamento do Symbol no ecossistema NEM

Symbol deseja ajudar empresas a obterem benefícios comerciais do blockchain (Imagem: Symbol)

Esta semana, o grupo NEM (XEM) irá lançar a rede principal Symbol, a solução blockchain empresarial de última geração que irá substituir o blockchain NEM original.

Porém, de início, os dois blockchains irão operar simultaneamente e depois da redenominação de 1 XEM = 1 XEM + 1 XYM.

Em entrevista a Andy Pickering, no podcast Crypto Conversation da BNC, Jeff McDonald, cofundador da NEM, sobre Symbol e tudo relacionado a NEM em 2020.

17 de março: BitMEX lança swaps perpétuos para TRX, YFI e EOS

A plataforma de derivativos cripto BitMEX irá lançar contratos de swap perpétuos para tron (TRX), Yearn.Finance (YFI) e EOS (EOS).

Os contratos permitirão que investidores apostem nas movimentações de preço dessas moedas sem terem contato com a moeda ou tether (USDT).

Os contratos permitem uma alavancagem de até 33 vezes. Contratos permitem que investidores se protejam e diversifiquem seus portfólios, além de serem importantes na geração de mercados financeiros eficientes.

Top 10 criptoativos da semana

Foi uma semana positiva para os dez principais ativos na tábua de capitalização de mercado da BNC. Binance Coin (BNB) demonstrou poderoso resiliência, subindo 10% nos últimos sete dias.

Isso aconteceu apesar de relatos de que a corretora Binance, apoiada pelo token, está sendo investigada pela Percentagem de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC, na {sigla} em inglês) para estabelecer se permitiu que investidores americanos negociassem derivativos em sua plataforma, violando regulações do país.

O mercado parece estar apoiando as afirmações de CZ, CEO da Binance, de que a notícia da investigação é unicamente uma questão de terror, incerteza e incerteza (do inglês “fear, uncertainty and doubt” ou FUD) e que a Binance continuará desenvolvendo.

Gráfico de preço do bitcoin

(Imagem: BLX)

Posteriormente um período insofrido de negociações entre o termo de fevereiro e o início de março, os mercados de bitcoin voltaram à vida na última semana para superar os ganhos agressivos de preço e atingir novas altas recordes.

Um fator do propagação foi um “short squeeze” quando, em um período de dez minutos, mais de US$ 100 milhões em contratos futuros de venda foram liquidados à força.

“Short squeezes” acontecem quando investidores, que estavam apostando que o preço iria desabar, são forçados a realizar ordens de compra para tapar ou fechar posições porque o mercado se movimentou contra eles, acrescentando mais pressão a um mercado já em subida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui