Com time seco, Volpi graduação seus antigos aliados – Quotidiano do Grande ABC

0
29

Eleito para seu terceiro procuração uma vez que prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PL) cumpriu a promessa de reduzir quase à metade o número de secretários e, com equipe de primeiro escalão mais enxuta, recorreu a aliados de longa data para pastas mais estratégicas.

Dentre os secretários convocados pelo prefeito, Nonô Nardelli (PL), que comanda a pasta de Governo, e Rosi Ribeiro de Marco, escalada para gerir a Secretaria de Instrução, atuaram junto de Volpi em mandatos anteriores. Já os secretários Eduardo Pacheco, de Serviços Jurídicos, e Rubão Fernandes (PL), que comandará Serviços Urbanos, são próximos do liberal.

Volpi herdou a gestão de Adler Kiko Teixeira (PSDB) com 21 departamentos e nomeou 12 secretários. Ao Quotidiano, o director do Executivo prometeu que utilizaria esse procuração para impulsionar novidade geração da política lugar, deixando evidente que iria escantear figuras passadas que aderiram à campanha de Kiko.

A lista ainda recebe reforço de políticos de Rio Grande da Serra. O ex-prefeito do município Gabriel Maranhão (Cidadania), que não conseguiu seleccionar sucessor, irá comandar a pasta de Obras, enquanto o ex-vereador Clauricio Bento (DEM) foi escolhido para comandar a Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo. Clauricio é coligado do fruto do prefeito, o presidente da Câmara de Ribeirão, Guto Volpi (PL).

O PL, partido do prefeito, também possui considerável representação no secretariado. Além de Rubão, os suplentes Leonardo Biazzi e Marli Silva foram convidados para assumir postos no Executivo. Biazzi assumiu Promoção Social. Marli, Desenvolvimento Econômico. Com essa situação, o terceiro suplente do PL foi convocado para assumir cadeira na Câmara: Sargento Alan.

Volpi tem sustentado que herdou a cidade em dificuldades financeiras, o que poderia prejudicar os investimentos nas secretarias. O prefeito já declarou que Ribeirão deve ter tapume de R$ 250 milhões de sobras a remunerar. Ele quer realizar espécie de relâmpago X nos cofres da Prefeitura e também das pastas para poder nortear suas ações no comando do Paço de Ribeirão.

Além dos nomes selecionados por Volpi, a gestão da cidade também contará com a presença da primeira-dama Lígia Volpi, que estará primeiro do Fundo Social. Já no comando do Imprerp (Instituto Municipal de Previdência de Ribeirão Pires), Volpi escolheu Clayton Soares Santos. O director de gabinete de Volpi é outro fruto do político, Raphael Volpi.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui