“Boa segmento do Brasil vai saber um pouco mais, de uma forma ligeiro e divertida, a cultura e a luta da mulher nordestina”, diz Lucy Ramos sobre novidade personagem – Vogue

0
49

Lucy Ramos (Foto: Reprodução)

Originário de Recife, Lucy Ramos coleciona grandes produções no currículo. Aos 38 anos, a atriz, que se descobriu atriz por eventualidade, estreia seu novo personagem no longa “Lucicreide Vai pra Marte”, lançado em março, pela Mundo Filmes.

“Mais até do que a participação em si, quando eu aceitei fazer pensei na homenagem ao Nordeste. E, vendo o resultado, percebo o quão bacana é ter essa referência ao bom humor, à guerra e à cultura do povo nordestino. Eu, por ser originário de Recife, senti um paladar peculiar ao rodar esse no Nordeste, pois nunca tinha vivido essa experiência”, conta ela que faz uma participação uma vez que a Comandante Lee, uma das responsáveis pelo treinamento espacial dos personagens.

“Boa segmento do Brasil que ver vai poder saber um pouco mais, de uma forma ligeiro e divertida, a cultura e a luta da mulher nordestina, que é a minha história também, e da minha mãe… Isso me aproxima muito deste trabalho”, disse com exclusividade em papo com a Vogue Brasil. Continue lendo!

Me conte um pouco mais sobre sua história de vida e também da sua mãe que você disse ter te aproximado muito deste trabalho ‘Lucicreide Vai pra Marte’.
Eu nasci em Recife, vim de uma puerícia humilde e desde pequena tive um exemplo feminino muito possante dentro de moradia: a minha mãe. Visando buscar sempre o melhor para nós, ela veio a São Paulo em procura de oportunidade e quando se estabeleceu, nos buscou em Recife, o lugar onde gravei o filme “Lucicreide Vai Pra Marte”. É sempre muito bom voltar a terrinha e ter esse contato com as minhas raízes, não teve uma vez que o trabalho não ser peculiar.

As gravações aconteceram em meio a pandemia ou já havia sido gravado?
Já havia sido gravado. Gravamos em 2017 quando não fazíamos teoria do que iria intercorrer a pandemia.

Qual o maior sonho dentro da TV?
Eu paladar de relatar boas histórias, portanto idealizo ter a oportunidade de mostrar cada vez mais o meu trabalho. Apresentar para o público personagens versáteis e desafiadoras, com uma boa trama, um bom texto… tudo que uma atriz sonha! (risos)

Você acha que a internet virou um lugar muito rente para trabalhar? Já pensou em transpor das redes sociais em qualquer momento?
Eu acho que tudo é uma questão de filtrar. Nunca pensei em transpor das redes pois é uma instrumento de trabalho para mim, porém simples que as vezes lemos coisas que nos desagradam. Está tudo muito não pensar igual, paladar de debates, mas de uma forma positiva e respeitosa. No universal, tenho uma relação muito positiva com a internet.

Lucy Ramos (Foto: Reprodução)

Lucy Ramos (Foto: Reprodução)

Uma vez que você vem cuidando da sua saúde mental durante a pandemia?
Já entendi que não me faz muito permanecer consumindo tantas notícias sobre esse momento triste que nos assola. Me informo para não permanecer numa bolha, mas depois deixo o celular mais de lado, foco em outros coisas de moradia e nutro a minha mente com pensamentos leves e afetuosos.

Quais são seus projetos para o ano de 2021?
Tenho alguns projetos que estamos desenvolvendo com a nossa produtora de cinema, porém estamos no momento de colocar tudo no papel, planejar e estar prontos para quando podermos realizar.

A dança faz segmento da sua vida para valer depois vencer o programa Ou já “aposentou” as sapatilhas?
Procuro estar sempre em movimento. Antes eu encarava a dança uma vez que lazer, mas agora, ao colocar as “sapatilhas” penso em certas técnicas que aprendi no processo da competição “Dança dos Famosos”, a dança fica na gente. Estou esperando o momento onde conseguirei fazer aulas presenciais, para deixar vivo toda essa experiência. Até lá, vamos riscando alguns passos em moradia mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui