Bitcoin é a maior bolha de todas, diz Peter Schiff

0
90

O Bitcoin alcançou no sábado (20) um novo recorde de preço e chegou a ser negociado supra de US $ 57.000 milénio pela primeira vez na história. A criptomoeda mais popular do mundo já valorizou 98% em 2021, o que tem gerado temores de uma correção em breve.

Com o novo recorde, o entusiasta do ouro e crítico feroz das criptomoedas Peter Schiff aproveitou para declarar que o bitcoin não tem valor.

Peter Schiff, economista e possuinte da corretora americana Euro Pacific Capital disse no Twitter que “um ativo financeiro está em uma bolha quando seu preço não tem relação com seu valor presente subjacente ou uma expectativa razoável de seu valor porvir”.

Schiff frequentemente critica as criptomoedas, sustentando que o bitcoin é uma enorme bolha especulativa que vai explodir a qualquer momento, e as pessoas que estão comprando agora ficarão segurando um saco. “Unicamente os tolos estão escolhendo bitcoin em vez de ouro, disse Schiff.

Bitcoin é a maior bolha de todas

Schiff também afirmou que “a fé dos investidores na valorização dos preços é subida e o terror de perder é ordinário”.

“Por US $ 50.000, o Bitcoin é a maior bolha de todas, disse Schiff, ressaltando que “um movimento de até US $ 100.000 não pode ser descartado. Uma queda para zero também não pode ser descartada.”

O economista que é mais divulgado por prever a crise financeira de 2008, anunciou no ano pretérito que perdeu seus bitcoins depois que sua carteira parou de concordar sua senha.

“Não foi uma tragédia tão grande”, disse ele na idade: “Eu sabia que ter bitcoin era uma má teoria, mas nunca percebi que era tão ruim!”

A subida atual do bitcoin está preocupando analistas financeiros, que consideram que, depois de quintuplicar seus preços em um ano, a bolha provavelmente estourará. A moeda do dedo já quase dobrou de valor em 2021, aliás, no pausa de um ano valorizou quase 500%.

Bitcoin valorizou 492%em um ano

O Bitcoin teve uma semana recorde depois que a Tesla e os gigantes financeiros de Wall Street desencadearam uma corrida pela moeda. Investidores institucionais foram cortejados pelo prolongamento vertiginoso e pela oportunidade de lucro e diversificação de ativos.

A moeda do dedo ultrapassou 50 milénio dólares na terça-feira (16), uma semana depois que a Tesla investiu US $ 1,5 bilhão em bitcoin e prometeu que os clientes poderiam usá-lo para comprar veículos. O banco de Novidade York BNY Mellon e a MasterCard anunciaram planos para concordar o bitcoin.

A criptomoeda portanto saltou mais superior, chegando a US $ 52.000 na quarta-feira (17), depois a gigante dos fundos de investimento BlackRock também confirmou uma ingresso no setor.

Tudo isso e outros fatores resultaram na subida surpreendente do bitcoin nesta semana e despertou temores renovados de uma grande bolha que o mercado havia ladino pela última vez em 2017.

Apesar disso, há dez anos o bitcoin enfrenta correções e quedas acentuadas, e ainda está aí. Os profissionais da indústria afirmam que o bitcoin é uma unidade financeira inovadora e do porvir. Portanto, os entusiastas da moeda não têm motivos para largar o ativo do dedo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui