Belo fica recluso menos de 24 horas e motivo aglomeração ao deixar a ergástulo · Notícias da TV

0
65

No término da manhã desta quinta-feira (18), Belo deixou a Enxovia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona setentrião do Rio de Janeiro, posteriormente permanecer recluso durante menos de 24 horas. Ele é investigado por realizar um show ilegal em uma escola pública no Multíplice da Maré. A saída do artista do presídio causou aglomeração entre a prensa e fãs do cantor de 46 anos.

Durante esta madrugada, o desembargador Milton Fernandes de Souza mandou expedir um alvará de soltura por entender que o trajo de Belo responder em liberdade não terá influência no caso.

Belo, os produtores Célio Caetano e Henriques Marques, e o traficante Jorge Luiz Moura Barbosa, o Alvarenga, são os alvos da investigação que começou posteriormente a realização de um show no sábado (13). Eles respondem por infração de medida sanitária, violação de epidemia, invasão de prédio público e associação criminosa.

A polícia alegou que o pagodeiro e sua equipe violaram um decreto municipal que proíbe aglomerações no Carnaval devido à pandemia do coronavírus. Porquê o evento foi realizado no interno de uma Escola Municipal do Parque União, a polícia também investiga uma suposta invasão ao escola.

Outrossim, uma vez que a apresentação ocorreu em uma espaço de tráfico, a polícia investiga se o evento teria relação com a organização criminosa por precisar de autorização de uma partido para sobrevir.

Belo sitiado por fãs e prensa

“Até agora eu não entendi o que eu fiz para estar passando por essa situação. Quero saber qual o violação que eu cometi. Subi no palco e cantei. Minha empresa recebeu o numerário. CNPJ com CNPJ”, disse a caminho de prestar testemunho, posteriormente ser questionado de quem recebeu o pagamento pelo show. “Se eu não posso trovar para o público, a minha vida acabou”, completou.

Em nota divulgada no Instagram do cantor, Belo e sua família afirmaram que estão surpresos com a sua prisão preventiva. Ele pediu desculpas pelo show, mas questionou a decisão da Justiça. Segundo ele, o show foi legalmente contratado pela produtora Série Gold.

Veja um posicionamento de Belo inferior:

Política de comentários

Levante espaço visa ampliar o debate sobre o matéria abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de inferior jargão, incitam a violência, exprimam exposição de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui