Bancos têm redução de mais de 50% nos assaltos a agências em 2020, diz Febraban | Finanças

0
55

O número de assaltos e tentativas de assaltos a agências bancárias em 2020 foi 52,26% menor do que o registrado no ano anterior, aponta a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). A quantidade caiu de 119 em 2019 para 58 em 2020.

O totalidade de ataques a caixas eletrônicos também recuou na confrontação entre os dois períodos, de 567 (2019) para 434 (2020). A diferença representa uma subtracção de 23,45%, segundo o levantamento da Febraban com 17 instituições financeiras, que respondem por mais de 90% do mercado bancário.

“Essa queda é resultado direto dos investimentos maciços feitos pelo setor em tecnologia e capacitação de pessoal, além da contínua interlocução e colaboração com as autoridades policiais de todo o Brasil”, diz o presidente da entidade, Isaac Sidney.

Segundo o dirigente, nos últimos 20 anos, o número de assaltos a bancos mostra uma redução jacente e acelerada no país. Há 20 anos, houve 1.903 assaltos contra unicamente 58 em 2020.

Em 2020, conforme o levantamento, os assaltos se concentraram no primeiro trimestre, quando foram registradas 39,65% do totalidade de ocorrências do ano.

De concordância com a Febraban, o setor investe murado de R$ 9 bilhões ao ano em ações e equipamentos relacionados à segurança das agências. O triplo do que era gasto dez anos detrás.

O pompa de segurança inclui sistemas de conquista de imagens, câmeras de visão noturna, sistemas de reconhecimento facial e sensores que identificam situações fora do geral que possam indicar a ação de bandidos, uma vez que aumento repentino de temperatura na sucursal ou movimentação dos caixas eletrônicos.

Os grandes bancos também possuem centrais que monitoram as agências em tempo real, 24 horas durante 7 dias da semana. Ou por outra, as instituições financeiras contam com murado de 60 milénio vigilantes profissionais, uma média de três profissionais por sucursal bancária, aponta a federação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui