Anuga 2021 é primeira grande feira global de negócios a voltar no formato presencial

0
15

Murado de 70 empresas brasileiras participam da Anuga 2021, a maior feira de vitualhas e bebidas do mundo, referência para os setores de supermercados e de foodservice (que envolve indústrias, distribuidores e operadores de bares e restaurantes), que vai até quarta-feira (13) em Colônia, na Alemanha. Neste ano, a feira se posiciona também uma vez que o primeiro grande evento de negócios em nível global a voltar ao formato presencial depois do primícias da pandemia de covid-19.

A Anuga é realizada a cada dois anos pela Koelnmesse em cooperação com a Associação Federalista do Transacção Varejista Teutónico, a Federação das Indústrias Alemãs de Víveres e Bebidas e a Associação Alemã de Hotéis e Restaurantes. Em entrevista à Mercado&Consumo, parceira solene do evento, a VP de Food & Food Technology da Koelnmesse GmbH, Anne Schumacher, fala sobre as expectativas em relação à feira e as principais tendências do setor de vitualhas e bebidas no mundo todo.

Mercado&Consumo: A Anuga 2021 é um dos primeiros eventos de grande porte realizados desde que a pandemia de covid-19 começou. A demanda reprimida por eventos e networking pode propiciar a feira neste ano?

Anne Schumacher: Estamos convencidos de que feiras uma vez que a Anuga proporcionam aos expositores e visitantes a plataforma ideal que ajuda na aceleração da retomada de negócios e no rápido sucesso no pós-pandemia. O setor tem ressaltado o quanto todos estão ansiosamente aguardando a realização desta edição da Anuga, depois tanto tempo sem feiras presenciais. Uma pesquisa recente conduzida com mais de 4 milénio participantes reafirma esse intenso interesse na feira. Por exemplo, 88% dos participantes da pesquisa planejam visitar a Anuga 2021 e 54% desses participantes pretendem participar exclusivamente da feira física. Assim, 34% indicaram que pretendem participar da feira física e da versão do dedo. Mais de 80% dos entrevistados responderam que estão aguardando ansiosamente para finalmente visitar novamente feiras físicas uma vez que a Anuga e 73% estão convencidos de que a visitação de uma feira física é necessária no setor de vitualhas e bebidas e que elas são insubstituíveis. Da mesma forma, 85% indicaram que a procura por produtos para seus negócios depende da participação em feiras de negócios.

É lógico pensar que a covid-19 tenha mudado o setor de feiras de negócios e rápido de forma expressiva a digitalização do setor. Durante a pandemia, organizadores de feiras de negócios têm encontrado novos modelos e novos formatos, principalmente no mundo do dedo. Porém, a resposta dos diversos setores é clara: eles querem voltar aos pavilhões. Querem encontrar, desvendar novos produtos e testar coisas novas. Quando se fala em vitualhas e bebidas, uma plataforma do dedo não tem condições de substituir a degustação, o cheiro ou o descobrimento da textura do resultado.

M&C: Apesar da realização da feira, muitas pessoas ainda devem deixar de comparecer por questões relacionadas à covid-19. Porquê a Koelnmesse espera atender ao público que não conseguirá ir?

A.S.: A Anuga 2021 será realizada em formato híbrido pela primeira vez na história. Ou seja, para esta edição disponibilizamos a nossa novidade plataforma do dedo “Anuga @home” uma vez que complemento para os visitantes da feira física e para os que não poderão ir até Colônia nascente ano. Esta plataforma inclui diversos componentes digitais, tais uma vez que showrooms digitais de todos os expositores na feira física, uma programação extensa de palestras e workshops sobre as mais atuais tendências, novidades, perspectivas para o horizonte e insights do mercado. Outrossim, expositores, visitantes e a prelo podem fazer networking com a utilização de ferramentas modernas da plataforma. Utilizando perceptibilidade, a plataforma também faz “matchmaking” e indica profissionais com os mesmos interesses. A “Anuga @home” poderá ser acessada nos dias 11 a 13 de outubro e a sua utilização poderá continuar depois a realização do evento com o teor que disponibilizaremos sob demanda.

Anuga 2021 é primeira grande feira global de negócios a voltar no formato presencial
Anne Schumacher, VP de Food & Food Technology da Koelnmesse GmbH, organizadora da Anuga

M&C: Qual o tamanho da participação brasileira, entre expositores e público, e qual a expectativa de propagação dessa participação nos próximos anos?

A.S.: Aproximadamente 70 empresas brasileiras estão participando da Anuga 2021, o que só pode ser considerado um resultado de grande sucesso, considerando as dificuldades que todo o mundo passou durante a pandemia. O Brasil tem uma poderoso tradição de participação na Anuga, principalmente no setor de proteína bicho, mas infelizmente algumas empresas não puderam participar desta edição. Por isso, esperamos um aumento bastante significativo na presença das empresas brasileiras em 2023, quando a situação da pandemia estiver firme. Ao mesmo tempo, estamos aguardando com muito exaltação a realização da Anufood Brazil 2022 [ de 12 a 14 de abril de 2022 em São Paulo], que enxergamos uma vez que uma feira muito importante para o mercado brasílico e para as empresas exportadoras ao volta do mundo que têm interesse no Brasil, muito uma vez que na América do Sul. Assim sendo, conseguimos concordar as estratégias de expansão internacional dos nossos clientes com as feiras que proporcionam oportunidades de novos negócios na região.

M&C: Os números registrados até agora de expositores e credenciados na Anuga indicam que a retomada do setor de eventos será poderoso?

A.S.: Sim, com certeza. É simples que não alcançaremos os números dos últimos anos da feira, mas com mais de 4.600 expositores de 97 países nós somos a maior feira de negócios da Europa, senão a maior no mundo, quando se fala em feiras com tanta representatividade de expositores depois o primícias da pandemia. Nas últimas semanas, a procura por áreas disponíveis na feira até aumentou novamente. Também, no lado da visitação da feira, vimos um aumento significativo na movimentação nos últimos dias. Porém, uma vez que vimos já com o número final de expositores confirmados, esperamos que a quantidade totalidade de visitantes na feira também sofra uma queda nascente ano. Ao mesmo tempo, o aumento no número de visitantes pré-credenciados nas últimas semanas demonstra claramente o quanto o setor quer voltar para o pavilhão e para os encontros presenciais. Essa movimentação e esse comprometimento confirmam a valor global da Anuga uma vez que a plataforma número 1 de negócios e inovação para o setor de vitualhas e bebidas.

M&C: Depois de tantas transformações provocadas pela pandemia, inclusive no consumo de vitualhas, quais serão as principais tendências reunidas na Anuga de 2021?

A.S.: Percebemos uma poderoso tendência com destaque para as proteínas alternativas, muito uma vez que as inovações no segmento “plant-based”. Outrossim, as tendências de “clean label” e “free-from”, muito uma vez que alimento saudável, têm sido importantes. Pensando nessas movimentações de mercado, a Anuga 2021 apresenta projetos especiais que mostram produtos alternativos à proteína bicho e alternativos de laticínios, inovações de “clean label” e, outrossim, a tendência crescente de “cell-based meat” será apresentada pela primeira vez na história da Anuga dentro da programação solene do congresso “New Food”. A pandemia incrementou mais ainda a demanda por vitualhas saudáveis e naturais, portanto também por produtos mais convenientes. O setor de congelados oferece muitas inovações, tais uma vez que refeições prontas.

Imagem: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui