Antes commodity estrela, ouro agora é lanterninha do mercado

0
68
(Getty Images)

(Bloomberg) — O ouro começou o ano com expectativas elevadas na esteira de um recorde e maior lucro anual em uma dez. Mas, agora, o metal valedouro mostra o pior primórdio em 30 anos.

Os preços à vista chegaram a tombar para o menor nível em sete meses na sexta-feira, o que aprofundou a queda e rompeu um nível de suporte que, segundo analistas, poderia prenunciar mais perdas. O ouro já caiu mais de 6% neste ano.

O metal, que subiu no ano pretérito em meio à demanda por ativos seguros devido à pandemia, baixas taxas de juros e gastos de incitação, agora registra o pior desempenho em 2021, segundo o índice Bloomberg Commodity. De repente, o ouro enfrenta uma série de obstáculos inesperados. O principal deles é a surpreendente resiliência do dólar e o aumento dos rendimentos dos Treasuries, já que indicadores econômicos mostram que a recuperação do impacto da pandemia está no bom caminho.

Com “as taxas subindo e expectativas de inflação atingindo o pico, vemos realização de lucro no ouro” com a transmigração para metais industriais porquê o cobre, disse Peter Thomas, vice-presidente sênior do Zaner Group, em Chicago. “É uma tempestade perfeita.”

O início de ano do ouro é o pior desde 1991, segundo dados compilados pela Bloomberg. A subida dos rendimentos do Tesouro pesa sobre a demanda por barras de ouro, que não rendem juros. Os rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA de 10 anos subiram para o nível mais tá em murado de um ano nesta semana.

As expectativas de inflação também subiram, e as taxas de estabilidade de 10 anos dos EUA atingiram o maior patamar desde 2014 no início da semana. Ainda assim, isso pode não ser tão favorável para o ouro porquê normalmente seria, de concórdia com Carsten Menke, comentador do Julius Baer.

Uma “recuperação rápida levará inevitavelmente a uma inflação mais subida. Isso não deve ser positivo para o ouro, pois é um bom tipo de inflação, que reflete uma aceleração da atividade econômica, e não um tipo ruim de inflação, sinalizando perda de crédito no dólar americano”, escreveu Menke em relatório. A recuperação econômica deve levar investidores a venderem algumas posições em ouro, disse.

Há sinais de que as vendas já começaram. As posições em fundos de índice lastreados em ouro caíram para o nível mais reles desde julho, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Leia também:
• Ouro em barra, contratos futuros, fundos ou ações: porquê investir no metal valedouro?

Mas alguns acreditam em recuperação do metal valedouro com a aposta de que a incapacidade de governos e bancos centrais de regularizar a política de incitação vai impulsionar o ouro. O Goldman Sachs disse no final de janeiro que, com as perspectivas de incitação suplementar e manutenção dos juros pelo Federalista Reserve, o metal “continua sendo um investimento encantador para o investidor de médio a longo prazo”.

“Para nós, o comportamento do ouro no momento se assemelha ao de um tsunami: na primeira período, a chuva recua (o preço do ouro cai) e, na segunda período, retorna com ainda mais violência”, disse Daniel Briesemann, comentador do Commerzbank. “No final do ano, vemos o ouro a US$ 2.000 por onça.”

O InfoMoney vai premiar, nos dias 23 e 24 de fevereiro, os gestores de fundos de ações, multimercados, renda fixa e de fundos imobiliários que conseguiram entregar aos investidores retornos com consistência nos últimos três anos.

Para participar do evento, conferir os vencedores, ser avisado sobre a agenda e receber posteriormente um compilado com as melhores recomendações de investimento debatidas nos painéis, deixe seu email aquém:

Ranking Melhores Fundos InfoMoney-Ibmec
Descubra quem são e porquê investem os melhores fundos de investimento do país:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui