Amazon Web Services anuncia degredo da NSO, criadora do app espião Pegasus

0
37
Links Patrocinados

Em seguida as denúncias da Anistia Internacional contra o app espião Pegasus, usado para violar a segurança e privacidade de jornalistas em 45 países, a Amazon decidiu tomar medidas duras contra sua criadora, a israelense NSO. A companhia divulgou nesta segunda-feira (19) que encerrou todas as contas usadas pela desenvolvedora e suspendeu os serviços de nuvem e armazenamento oferecidos a ela através do Amazon Web Services (AWS).

“Quando soubemos dessa atividade, agimos rapidamente para fechar a infraestrutura e contas relevantes”, afirmou um representante da empresa em um transmitido enviado à Motherboard. Trabalhando junto a um consórcio de mídia, a Anistia Internacional revelou que o Pegasus era usado por governos de diversos países para obter informações que incluíam mensagens de SMS e e-mails, registros de ligações telefônicas e fotos de membros da mídia e pessoas uma vez que chefes de estados e seus familiares.

Imagem: Divulgação/Citizen Lab

O envolvimento da AWS surgiu a partir da estudo dos dados coletados pelo aplicativo, que começaram a usar a infraestrutura do serviço em qualquer momento de 2021. Entre os serviços usados pela NSO estava o CloudFront, utensílio que permite a entrega rápida e segura de novos conteúdos a consumidores.

NSO nega que tenha violado direitos humanos

No caso do Pegasus, o CloudFront era usado para partilhar malwares contra os alvos visados. Segundo o relatório da Anistia Internacional, a estrutura do AWS foi usada em pelo menos um caso, no qual o celular de um jurista gaulês protector dos direitos humanos foi invadido em procura de informações sigilosas.

Além dos servidores da Amazon, a NSO também usa serviços de empresas uma vez que Do dedo Ocean, OVH e Linode para partilhar seus softwares espiões. A empresa israelense nega que crie programas com o intuito de violar direitos civis, e que só oferece suas soluções para o combate contra o transgressão organizado e grupos terroristas. Ela também afirma que não trabalha diretamente com a coleta de dados, tampouco possui chegada às informações de seus consumidores, cujos nomes devem ser mantidos em sigilo devido a obrigações contratuais.

Natividade: Motherboard

Gostou dessa material?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Links Patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui